Olimpíadas

Japão goleia e elimina a França, Argentina só empata e também está eliminada; veja confrontos das quartas

Empate com a Espanha eliminou a Argentina ainda na primeira fase e classificou os egípcios; franceses tomaram 3 a 0 do Japão e também estão eliminados

Três seleções de peso estão eliminadas já na fase de grupos do torneio olímpico de futebol masculino em Tóquio 2020 (que é disputado em 2021). A Argentina foi eliminada com empate com a Espanha por 1 a 1, a França tomou uma traulitada do Japão por 4 a 0 e é outra que está fora. A Alemanha, do grupo do Brasil, ficou no empate com a Costa do Marfim e volta mais cedo para casa. Com os resultados desta última rodada, o adversário do Brasil nas quartas de final será o Egito.

O Brasil venceu a Arábia Saudita no jogo que começou às 5h e ficou em primeiro no seu grupo. A Costa do Marfim ficou no empate com a Alemanha por 1 a 1, resultado que eliminou os europeus e classificou os africanos em segundo lugar no Grupo D. Restava saber como seriam os outros grupos para definir os confrontos.

No Grupo B, que começou logo depois, a Coreia do Sul goleou Honduras por 6 a 0, que garantiu os sul-coreanos na primeira posição. O segundo lugar era disputado por Romênia e Nova Zelândia, que se enfrentaram, e os neozelandeses levaram a melhor. Os dois times empataram por 0 a 0, o que causou também um empate em pontos.

A vaga do time da Oceania veio pelo saldo de gols: os romenos tomaram uma goleada dos sul-coreanos na segunda rodada por 4 a 0, o que acabou sendo decisivo. Enquanto a Nova Zelândia teve saldo zero, os romenos tiveram saldo negativo de três. Por isso, estão eliminados.

O Grupo C definiria o adversário do Brasil e tinha um confronto direto pela vaga. Argentina e Espanha se enfrentaram e os sul-americanos precisavam de uma vitória para se classificarem. Depois de um primeiro tempo sem gols, os espanhóis saíram em vantagem com um gol de Mikel Merino, aos 21 minutos. Os argentinos até empataram aos 42 minutos com Tomás Belmonte. Foi pouco.

Argentinos deixam o gramado depois da eliminação (Imago / OneFootball)

O empate deixou a Espanha em terceiro lugar, com quatro pontos, mas com saldo de gols pior que o Egito, que venceu a Austrália por 2 a 0 nesta última rodada. Os egípcios perderam dos argentinos por 1 a 0, mas empataram por 0 a 0 com a Espanha. Já a Argentina perdeu por 2 a 0 da Austrália na estreia. Aquela derrota acabou sendo crucial. O Egito terminou com saldo de um gol positivo, enquanto a Argentina teve um gol negativo.

Por fim, no Grupo A, a França foi atropelada pelo Japão. Diante dos anfitriões, os franceses foram destruídos. A goleada por 4 a 0 foi avassaladora e não deu a menor chance aos Bleus. Os japoneses fizeram seus gols com Takefusa Kubo, Hiro Sakai, Koji Miyoshi e Daizen Maeda, este último já nos acréscimos. Não adiantou ter em campo Florian Thauvin e André-Pierre Gignac, que pouco conseguiram fazer.

Com o resultado, o Japão termina a primeira fase de maneira impecável: três jogos, três vitórias e nove pontos na conta. Em um grupo difícil, com França, México e África do Sul, os japoneses sobraram. No outro jogo, o México venceu a África do Sul por 3 a 0 e ficou com a segunda posição do grupo.

Como ficam os confrontos das quartas de final

Todos os jogos serão realizados no sábado, dia 31 de julho. O vencedor de Brasil x Egito enfrenta quem passar de Coreia do Sul x México. O vencedor de Espanha x Costa do marfim joga contra quem passar de Japão x Nova Zelândia. Todos os jogos no horário de Brasília:

Sábado, 31 de julho

5h – Espanha x Costa do Marfim (Miyagi Stadium, Rifu)

6h – Japão x Nova Zelândia (Kashima Stadium, Kashima)

7h – Brasil x Egito (Saitama Stadium 2002, Saitama)

8h – Coreia do Sul x México (International Stadium Yokohama, Yokohama)

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo