Olimpíadas

Argentina foi surpreendida pela Austrália, enquanto o México sapecou a França

Austrália e México começaram bem; Espanha também começou tropeçando ao empatar com Egito; Japão foi outro a vencer

O primeiro dia de jogos do futebol masculino em Tóquio 2020 teve vários resultados expressivos. Além da vitória do Brasil por 4 a 2 sobre a Alemanha, tivemos alguns resultados surpreendentes. Um deles a forma como o México goleou a França de forma categórica e a derrota da Argentina para a Austrália. Passamos no grupo a grupo a seguir.

Grupo A

Vega comemora o gol do México contra a França (Imago / OneFootball)

O México começou com uma goleada sobre a França, de André-Pierre Gignac, e venceu por 4 a 1. O jogo teve um primeiro tempo que acabou em 0 a 0 com alguma dose de equilíbrio. No segundo tempo, porém, as coisas desandaram para o lado dos franceses. Os mexicanos abriram o placar aos dois minutos com Alexis Veja e ampliaram para 2 a 0 aos nove minutos, com Sebastián Córdova.

André-Pierre Gignac diminiu, de pênalti, aos 24 minutos. Só que o equilíbrio não chegou. Uriel Antuna ampliou para 3 a 1, aos 35 minutos, e fechou a conta aos 45 minutos com Eduardo Aguirre. Uma vitória impositiva de El Tri, que agora sai com uma bela vantagem depois de vencer tão bem o time que é, teoricamente, o mais forte do grupo.

No mesmo grupo, o Japão, seleção dona da casa, venceu a África do Sul por 1 a 0. O gol veio com a estrela do time, Takefusa Kubo, que marcou aos 26 minutos do segundo tempo. O jogador, que tem contrato com o Real Madrid, ainda busca um lugar para jogar, porque os merengues não parecem que irão utilizá-lo.

Na próxima rodada, Japão e México se enfrentam, no domingo, 8h da manhã. A França joga contra a África do Sul, no mesmo dia, às 5h.

Grupo B

O grupo menos badalado teve dois jogos com poucos gols. A Nova Zelândia aproveitou a experiência de Chris Wood, que marcou a vitória por 1 a 0 sobre a Coreia do Sul. O atacante, que atua no Burnley, é o principal nome da Nova Zelândia, que tenta surpreender na Olimpíada e começou bem.

No outro jogo, a Romênia venceu Honduras por 1 a 0, gol contra de Elvin Oliva Casildo, aos 46 minutos do primeiro tempo. No domingo, Nova Zelândia e Honduras fazem um dos jogos às 5h, enquanto a Romênia enfrenta a Coreia do Sul às 8h.

Grupo C

Espanha e Egito ficaram no 0 a 0 (Imago / OneFootball)

A Espanha é um dos países que leva um time mais forte à Olimpíada, mas acabou sendo frustrante para os espanhóis. Diante do Egito, o time ficou em um 0 a 0, mesmo com os reforços de jogadores que estavam na Euro 2020, como o goleiro Unai Simón, os zagueiros Eric Garcia e Pau Torres, o meio-campista Pedri e os atacantes Mikel Oyarzábal e Dani Olmo. E ainda tem Marco Asensio, do Real Madrid, e Dani Ceballos, que também tem vínculo com o Real Madrid.

No outro jogo do grupo, a Austrália venceu a Argentina por 2 a 0, bagunçando o coreto logo na primeira rodada. Logo aos 14 minutos, Lachlan Wales abriu o placar para os australianos aos 14 minutos. Depois, aos 35 minutos, a Austrália ampliou: Duke Tilio marcou e cravou o placar do jogo. Os argentinos, comandados por Fernando Batista, não contam com uma equipe das mais estreladas, mas certamente não esperavam já perder o primeiro jogo.

A próxima rodada terá Argentina x Egito às 4h30 da manhã (haja café) e Austrália e Espanha às 7h30, tudo no domingo, 25.

Grupo D

A Costa do Marfim venceu na estreia (Imago / OneFootball)

Por fim, o Grupo D é o do Brasil, que teve uma vitória por 4 a 2 da seleção brasileira sobre a Alemanha. E saiu barato, viu? No outro jogo, a Costa do Marfim venceu a Arábia Saudita e já desponta como a adversária do Brasil. O time africano contou comum gol contra para abrir o placar aos 39 minutos, com Abdulelah Alamri. Depois, aos 44, os sauditas empataram com Salem Al-Dawsari.

O jogo ficou mais complicado, mas os marfinenses voltaram a ter vantagem no placar aos 21 minutos com um gol de Franck Kessié, um dos jogadores que está lá acima da idade (tem 24 anos, mas nasceu em dezembro de 1996 e a idade limite é a partir de janeiro de 1997). Os marfinenses levaram Eric Bailly, do Manchester United, Franck Kessié, do Milan, e Max Gradel, do Sivasspor, como jogadores acima da idade.

Na próxima rodada, a Costa do Marfim enfrenta o Brasil, no domingo, dia 25, às 5h30. Logo depois, às 8h30, a Arábia Saudita enfrenta a Alemanha.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo