ÁfricaÁsia/OceaniaMundo

Motim da Nigéria é a esperança de um milagre taitiano

O Taiti sabe que será o saco de pancadas da Copa das Confederações. E nem teria como eles pensarem outra coisa após tomarem de 7 da seleção sub-20 do Chile e perder do América Mineiro. O próprio técnico Eddy Etaeta admitiu que o modesto objetivo de sua equipe é marcar pelo menos um gol. Bem, temos uma boa e uma má notícia para ele.

Após partida contra a Namíbia, os jogadores nigerianos se rebelaram contra a federação local, que quis pagar apenas metade do prêmio prometido pelo resultado. Em protesto, se trancaram no hotel e perderam o voo para o Brasil. E, ao que tudo indica, eles não deixarão o hotel até que o imbróglio seja resolvido. E a Nigéria tem estreia marcada para a segunda em Belo Horizonte contra o Taiti.

Etaeta pode comemorar que, subitamente, aumentaram significativamente as chances de o Taiti vencer um jogo, nem que seja por WO. No mínimo, poderão pegar um adversário desnorteado pelo fuso horário. Agora, tem um problema: os taitianos pode até ficar com três pontos de um WO, mas terão que se esforçar um pouco mais para marcar o sonhado gol. Afina, só restariam os jogos contra Espanha e Uruguai.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo