Mundo

Quais seleções ganharam moral após a rodada de amistosos?

Ainda restam mais alguns jogos, mas os principais confrontos da Data Fifa desta quarta já tiveram suas conclusões. Dentre as grandes seleções, o maior perdedor foi mesmo o Brasil, com a derrota para a Suíça por 1 a 0, mais preocupante pela fraca atuação da equipe de Luiz Felipe Scolari. No entanto, não foram apenas os atuais campeões da Copa das Confederações que decepcionaram na rodada.

A Alemanha ficou devendo contra o Paraguai. Até pressionou no ataque, mas os vacilos da defesa custaram o empate por 3 a 3. Da mesma forma, França e Bélgica não mostraram a que vieram. Ao contrário da Argentina, que conquistou a vitória mais importante do dia mais por seus méritos do que pelas deficiências da Itália sem Andrea Pirlo e Mario Balotelli. Confira um resumo do melhor da data:

Mais que um Messi

Itália 1×2 Argentina
No único jogo entre seleções campeãs mundiais, excelente vitória da equipe de Alejandro Sabella. A Albiceleste provou que não é só Lionel Messi e teve ótima atuação no Estádio Olímpico de Roma, sobretudo no primeiro tempo. Gonzalo Higuaín abriu o placar com um golaço, Ever Banega ampliou e a equipe ainda perdeu algumas boas oportunidades. A Itália acordou no final do primeiro tempo, um pouco tarde demais. Embora tenha sido ativa no ataque na volta do intervalo, errou demais a pontaria. Quando acertou, também, foi para uma pintura de Lorenzo Insigne. No fim, ainda deu tempo de Federico Marchetti realizar um verdadeiro milagre em chute de Maxi Rodríguez.

O novo talismã de Wembley

Britain England Scotland Soccer

Inglaterra 3×2 Escócia
A partida era festiva para os ingleses que comemoram em 2013 os 150 anos das regras do futebol e recebiam a Escócia em Wembley, no clássico mais antigo da história. Os visitantes, porém, não quiseram aliviar para os anfitriões. James Morrison contou com um frangaço de Joe Hart para abrir o placar, mas Theo Walcott igualou. No segundo tempo, foi a vez de Kenny Miller marcar um bonito gol para os escoceses e, de novo, Danny Welbeck buscou o prejuízo. Já o gol da vitória foi anotado pelo sortudo Rickie Lambert. Em seu primeiro toque na bola na estreia pela seleção, o centroavante garantiu a virada da Inglaterra e quase fez outro acertando a trave.

Muita pressão por nada

Germany Soccer Paraguay

 Alemanha 3×3 Paraguai
A maior surpresa da rodada aconteceu em Kaiserslautern. O Paraguai abriu o placar com seu primeiro chute a gol, de José Ariel Núñez, e ampliou no segundo, com Wilson Pittoni aproveitando a falha de Sami Khedira. O suficiente para deixar os alemães desesperados em busca do empate, que saiu com gols de Ilkay Gündogan e Thomas Müller. No entanto, antes do intervalo, um apagão da defesa germânica foi o suficiente para que Miguel Samudio retomasse a vantagem para a albirroja. No segundo tempo, o Nationalelf se empenhou no bombardeio e, mesmo finalizando 11 vezes, só anotou mais um, com Lars Bender evitando um vexame maior.

O bom jogo só ficou no cartaz

2d1e1

Bélgica 0x0 França
Um jogo do qual se esperava muito e acabou decepcionando a torcida em Bruxelas. Mesmo com Franck Ribéry, Eden Hazard, Karim Benzema, Romelu Lukaku e outros astros em campo, nenhum dos dois times foi capaz de tirar o zero no placar. E olha que as oportunidades apareceram, com 14 finalizações belgas e 13 francesas, além de uma chance clara de gol para cada. Acabaram prevalecendo as boas defesas, comandadas por Vincent Kompany e Eric Abidal, já titular em seu retorno aos Bleus, a despeito dos problemas de saúde recentes.

Só Cristiano salva

Portugal 1×1 Holanda
Bem que alguns jogadores em campo tentaram, mas o encontro entre as duas seleções no Estádio do Algarve pouco lembrou o clima quente dos últimos. Os holandeses precisaram de 17 minutos para inaugurar o marcador, com Kevin Strootman, mas não representaram tanto perigo. Cristiano Ronaldo insistia para os portugueses e, apesar da insistência, faltava pontaria. Paulo Machado chegou a carimbar a trave na metade no segundo tempo, mas foi só o craque, no fim, que garantiu o alívio. O camisa 7 aproveitou escanteio desviado por Pepe para balançar as redes, sem mais tempo para a virada.

Longe da altitude fica até fácil

Ecuador Spain Soccer

Espanha 2×0 Equador
A seleção espanhola refez parte da confiança após a derrota na Copa das Confederações com uma boa vitória sobre os equatorianos. Álvaro Negredo deu uma boa resposta à crise eterna de centroavantes com um golaço de letra, enquanto Santi Cazorla mostrou que está pronto para se tornar peça mais frequente no time, com um bonito tento. Contudo, mesmo “desfalcado” pela altitude de Quito, os equatorianos tiveram bons momentos em Guayaquil e chegaram a acertar uma bola na trave, quase igualando o placar. Destaque também para a homenagem ao atacante Chucho Benítez, ídolo de La Tri que faleceu no fim de julho, com direito a paralisação aos 11 minutos de jogo – referência ao número da camisa do atacante.

Faixa-bônus: os caras da rodada

Além do clássico britânico, outra grande rivalidade regional esteve em campo: Suécia e Noruega se enfrentaram na Friends Arena, em Solna. E os suecos triunfaram no dérbi escandinavo graças a uma atuação de gala de Zlatan Ibrahimovic. O centroavante anotou três tentos de sua equipe, o suficiente para inflar um pouco mais seu ego. Já o jogo da rodada aconteceu em Sarajevo. A Bósnia abriu dois gols de vantagem, mas os Estados Unidos arrancaram a virada e a vitória por 4 a 3. Méritos totais de Jozy Altidore, que protagonizou um hat-trick e ainda deu a assistência para que Eddy Johnson fizesse o dele. Por fim, a maior goleada foi aplicada pelo Chile, 6 a 0 sobre o Iraque. Alexis Sánchez se provou outra vez como dono do time, com dois gols e duas assistências.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo