Mundo

Sem Cristiano Ronaldo pela primeira vez desde 2002, estes são os 30 finalistas da Bola de Ouro 2023

Messi, Mbappé e Haaland são os favoritos para Bola de Ouro; Cristiano Ronaldo e Neymar ficam de fora

A revista France Football divulgou nesta quarta-feira (6) os 30 indicados à Bola de Ouro da temporada 2022/23. Cinco vezes vencedor do tradicional prêmio, que é entregue ao eleito melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo ficou fora da lista pela primeira vez desde 2002. O português de 38 anos teve um início de temporada conturbado no Manchester United, não foi bem na Copa do Mundo disputada no Catar e se transferiu para o Al-Nassr, da Arábia Saudita, no início de 2023.

Quem também não esteve entre os indicados foi Neymar. Terceiro colocado em 2015 e 2017, o camisa 10 da Seleção Brasileira ficou de fora pela segunda vez seguida e pela terceira vez nas últimas 12 edições do prêmio. Vinícius Júnior, do Real Madrid, é o único representante do Brasil.

Quem volta à lista é Lionel Messi. Maior vencedor da Bola de Ouro, com sete títulos, o craque argentino foi ausência na temporada passada pela primeira vez desde 2005, mas retorna em 2023 como um dos favoritos ao prêmio. Afinal, ele foi o melhor jogador na conquista Copa do Mundo de 2022 (com sete gols e três assistências em sete partidas) e venceu o Campeonato Francês e a Supercopa da França pelo Paris Saint-Germain.

Os principais concorrentes de Messi são Erling Haaland, do Manchester City, e Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain. O norueguês somou incríveis 56 gols em 57 atuações na temporada passada, conquistando e sendo o artilheiro da Champions League (12 gols) e da Premier League (36 gols), além de ter faturado a Copa da Inglaterra. Já o francês balançou as redes 54 vezes e deu 13 assistências em 56 jogos, foi vice-campeão e artilheiro da Copa do Mundo (oito gols) e ainda venceu o Campeonato Francês, sendo eleito o melhor jogador da competição e também terminando como o maior goleador (29 gols).

Os 30 indicados para a Bola de Ouro Masculina:

  • Julian Álvarez (Argentina, Manchester City)
  • Nicolò Barella (Itália, Internazionale)
  • Jude Bellingham (Inglaterra, Borussia Dortmund, agora no Real Madrid)
  • Karim Benzema (França, Real Madrid, agora no Al-Ittihad)
  • Yassine Bounou (Marrocos, Sevilla, agora no Al-Hilal)
  • Kevin De Bruyne (Bélgica, Manchester City)
  • Rúben Dias (Portugal, Manchester City)
  • Antoine Griezmann (França, Atlético de Madrid)
  • Ilkay Gundogan (Alemanha, Manchester City, agora no Barcelona)
  • Josko Gvardiol (Croácia, RB Leipzig, agora no Manchester City)
  • Erling Haaland (Noruega, Manchester City)
  • Harry Kane (Inglaterra, Tottenham, agora no Bayern de Munique)
  • Kim Min-jae (Coreia do Sul, Napoli, agora no Bayern de Munique)
  • Randal Kolo Muani (França, Eintracht Frankfurt, agora no Paris Saint-Germain)
  • Khvicha Kvaratskhelia (Geórgia, Napoli)
  • Robert Lewandowski (Polônia, Barcelona)
  • Emiliano Martínez (Argentina, Aston Villa)
  • Lautaro Martínez (Argentina, Internazionale)
  • Kylian Mbappé (França, Paris Saint-Germain)
  • Lionel Messi (Argentina, Paris Saint-Germain, agora no Inter Miami)
  • Luka Modric (Croácia, Real Madrid)
  • Jamal Musiala (Alemanha, Bayern de Munique)
  • Martin Odegaard (Noruega, Arsenal)
  • André Onana (Camarões, Internazionale, agora no Manchester United)
  • Victor Osimhen (Nigéria, Napoli)
  • Rodri (Espanha, Manchester City)
  • Bukayo Saka (Inglayerra, Arsenal)
  • Mohamed Salah (Egito, Liverpool)
  • Bernardo Silva (Portugal, Manchester City)
  • Vinícius Júnior (Brasil, Real Madrid)

Critérios e regulamento da Bola de Ouro

A Bola de Ouro é um troféu anual organizado pela revista France Football e sem qualquer vínculo com a Fifa, que desde 2016 passou a realizar novamente sua própria cerimônia, o Fifa The Best. O período analisado para a premiação é o da última temporada europeia, entre agosto de 2022 e julho de 2023. Todas as competições realizadas no período são levadas em considerações, incluindo as disputadas por seleções.

Os três principais critérios utilizados para conceder a Bola de Ouro são: desempenho individual e caráter decisivo e impressionante; apresentações coletivas e premiações; classe e fair play. Os jurados do prêmio são 100 jornalistas, um de cada país dos 100 primeiros do último ranking da Fifa de seleções.

Cada jurado nomeia cinco jogadores por ordem decrescente de mérito a partir de uma lista de 30 jogadores elaborada pela France Football , membros da redação do jornal francês L'Équipe e, nesta edição, o ex-atacante Didier Drogba, embaixador da Bola de Ouro.

Os nomeados pelo jornalistas recebem seis, quatro, três, dois e um pontos respectivamente. O jogador que somar mais pontos leva a Bola de Ouro. Os critérios de desempate são o número de indicações para o primeiro lugar, seguido da quantidade de vezes citada para a segunda colocação e para a terceira. A cerimônia de premiação será realizada no dia 30 de outubro.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo