Copa do MundoMundo

Grupos da Copa: nosso sorteio é mais legal que o da Fifa

Agora já era: com as classificações do Uruguai e do México, na quarta-feira, estão definidos os 32 times que jogarão a Copa do Mundo no ano que vem. Então, é uma ótima hora de começar a brincar e imaginar os grupos do mundial de 2014: o temido Grupo da Morte, com camisas mais pesadas que o Ronaldo no fim de carreira, o Grupo da Moleza, com times que só são bons no Ranking da Fifa, e muitos outros. Nós nos concentramos nesta última parte, quebramos a cabeça e tentamos montar algumas combinações com critérios bem inusitados. Veja:

Grupo da morte

Brasil bandeira México bandeira França bandeira Itália bandeira

Como não podia deixar de ser, comecemos pelo clássico grupo da morte, em que grandes seleções se enfrentam logo de cara. Pensamos em Brasil, Argentina ou Uruguai, cabeças-de-chave do pote 1, pegando o México ou os Estados Unidos, seleções do pote 2 que podem dar algum trabalho. Mas o pior ainda está por vir: a França deve estar no pote 3 e cairá fatalmente com um sul-americano, já que não pode haver três europeus no mesmo grupo. No grupo quatro, estão Itália e Holanda, times fortes e com tradição.

Então, pode ser que haja um grupo com Brasil, México, França e Itália. Ou Uruguai, EUA, França e Holanda. Complicado. Muito complicado.

Grupo da moleza

Suíça bandeira Irã bandeira Argélia bandeira Grécia bandeira

A Suíça é o cabeça de chave mais fraco. Ela ainda pode enfrentar seleções que não devem dar muito trabalho, como Costa Rica, Honduras ou Irã, do pote 2; Argélia, do pote 3; e Grécia ou Croácia, do pote 4.

Suíça, Irã, Argélia e Grécia. Um grupo duro… de assistir.

Grupo dos gigantes (maiores extensões territoriais)

Brasil bandeira Estados Unidos bandeira Argélia bandeira Rússia bandeira

Ok, vamos começar a deixar as coisas mais interessantes. Essa é fácil: começa com o Brasil, gigante pela própria natureza, com seus mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, passa pelos EUA e seus quase de 9,4 milhões, vai até o 10º maior país do mundo, a Argélia, com quase 2,3 milhões de km² e termina no maior país do mundo em extensão, a Rússia, com mais de 17 milhões de km². Certamente, um grupo espaçoso — e nem tão difícil assim pra gente, vamos combinar.

Grupo dos nanicos (menor extensão territorial)

Bélgica bandeira Holanda bandeira Coreia do Sul bandeira Gana bandeira

Neste grupo, os vizinhos Bélgica (pouco mais de 30 mil km²) e Holanda (42 mil km²) ficam lado a lado. Completam a chave a pequenina Coreia do Sul, com seus menos de 100 mil km², e a seleção de Gana, uma gigante perto de seus concorrentes, com quase 240 mil km². Vai haver pouco espaço para jogar.

Grupo do aperta-que-cabe-mais-um (densidade demográfica)

Bélgica bandeira Holanda bandeira Coreia do Sul bandeira Nigéria bandeira

O grupo de maior densidade demográfica (população por área) é quase uma repetição do grupo dos pequeninos: Bélgica, Holanda e Coreia do Sul se enfrentam novamente. A novidade é a Nigéria — a 7ª maior população do mundo não tem tanto espaço assim: são 188 habitantes por km².

Grupo do quase bilhão em ação (maiores populações)

Brasil bandeira Estados Unidos bandeira Rússia bandeira Nigéria bandeira

Mais uma vez, temos Brasil, EUA e Rússia numa mesma chave, mas a novidade agora é a Nigéria, 7º país mais populoso do mundo, com 170 milhões de habitantes. Juntos, são 830 milhões de habitantes representados pelas quatro seleções desse grupo, número que ainda é menor que as populações de China e Índia, que não terão seus times na Copa.

Esse grupo também poderia se chamar “grupo da ligação direta”, já que esses quatro países também são os com maior número de linhas de celular ativas entre os participantes da Copa do Mundo.

Grupo dos vovôs (expectativa de vida ao nascer)

Japão bandeira Suíça bandeira Itália bandeira Chile bandeira

As convocações só virão no ano que vem para sabermos quem são as equipes mais jovens e mais velhas da competição. Mas já dá para saber quais populações têm expectativas de viver mais tempo. O Japão lidera este ranking, com uma esperança de vida de 82,73 anos, em média. Logo depois, vem a cabeça-de-chave Suíça, com 81,81 anos em média. A Itália (81,37 anos) e o Chile (78,65 anos) completam o grupo dos velhinhos torcedores. Há países melhores colocados que esses dois, mas estamos respeitando a divisão dos potes e a regra de que não pode haver mais que dois europeus ou mais que uma seleção de cada um dos demais continentes por grupo.

Grupo do futebol-sétima-arte (mais Oscar de Melhor Filme Estrangeiro)

Itália bandeira França bandeira Japão bandeira Argentina bandeira

Os países que fazem os melhores filmes também têm os melhores times? Parece que sim: as tradicionais Itália e França lideram a classificação dos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas: são 13 e 12 estatuetas, respectivamente. Para completar o grupo com não-europeus, temos o Japão, com 4 Oscar, e a Argentina, com 2. Um grupo de fortes emoções, seja nas arquibancadas ou nas telonas.

Grupo das estrelas (nas bandeiras)

Brasil bandeira Estados Unidos bandeira Argélia bandeira Bósnia bandeira

Não estamos falando aqui dos craques, de Messi, Cristiano Ronaldo, nada disso. Estamos falando das estrelas nas bandeiras, mesmo. Este grupo teria o Brasil e o “lábaro que ostentas estrelado”, os EUA com seu Star-Spangled Banner, a Argélia e a estrela que acompanha o Crescente Islâmico ou a estrela solitária de Gana e a Bósnia-Herzegovina e suas sete estrelas inteiras na hipotenusa do triângulo isósceles amarelo.

Grupo das listras horizontais simétricas em três cores

Alemanha bandeira Irã bandeira Gana bandeira Croácia bandeira

Parece algo super específico, mas não é. A Wikipédia tem até um artigo detalhando formatos de bandeiras. Nesse grupo, se enfrentariam Alemanha, Irã e Gana. No pote 4, Croácia, Holanda e Rússia disputam para ver quem fica com a última vaga nesse tipo de bandeira.

Grupo do Equador

Brasil bandeira Costa Rica bandeira Camarões bandeira Portugal bandeira

Neste grupo, se enfrentariam as seleções dos países mais próximos da linha que divide o globo terrestre. Entre os cabeças-de-chave, o Brasil, cujo território é dividido pela linha do Equador. Do pote 2, a Costa Rica, o mais próximo entre os norte-americanos classificados. Do pote 3, Camarões, que fica um pouco ao norte da faixa. E, por fim, Portugal, o europeu mais próximo da linha, devido ao Arquipélago da Madeira.

Seria perfeito se Macapá, cidade que é cortada pela linha, fosse sede da Copa e recebesse um jogo desse grupo.

Grupo dos pinguins e ursos polares

Alemanha bandeira Estados Unidos bandeira Chile bandeira Rússia bandeira

Aqui, temos o contrário do outro grupo: os países que mais se aproximam dos polos Norte e Sul da Terra. Os mais próximos são a Rússia, no Cabo Fligery, e os EUA, no Ponto Barrow, no Alasca. Completam o grupo o Chile, cujo ponto mais próximo do Polo Sul são as Ilhas Diego Ramírez, e a Alemanha, mais próxima entre os cabeças de chave, na cidade de List, fronteira com a Dinamarca.

Grupo do Hablas Portuñol?

Espanha bandeira Honduras bandeira Equador bandeira Portugal bandeira

Copa do Mundo, vários países, várias línguas… mas não aqui! Um grupo com, por exemplo, Espanha, Honduras, Equador ou Chile e Portugal lado a lado teria três países falantes do espanhol e um do português, que certamente vai conseguir dar aquela enrolada e bater um papo com os adversários — mas sem xingar, gente, olha o fair play!

Grupo da Torre de Babel

Brasil bandeira Japão bandeira Argélia bandeira Grécia bandeira

Este grupo é o extremo oposto: aqui, além de ninguém se entender, todos usam alfabetos diferentes. Nós pensamos em montar um grupo só com países que não usam o alfabeto latino, mas todos os cabeças-de-chave o utilizam. Então, qualquer um deles teria problemas (linguísticos, ao menos) contra Irã, Japão ou Coreia do Sul, Argélia e Grécia ou Rússia.

Grupos católicos e não-católicos

Brasil bandeira México bandeira França bandeira Itália bandeira

Suíça bandeira Irã bandeira Nigéria bandeira Grécia bandeira

Nós até tentamos montar grupos relacionados a outras religiões, mas não conseguimos. No grupo católico, poderíamos ter Brasil, México, França e Itália, considerando o total de fiéis nestes países, ou Espanha, Honduras, Equador e Portugal, se levarmos em conta a porcentagem de católicos nas populações desses países. Já no grupo não-católico, Irã, Nigéria e Grécia enfrentariam a Suíça ou a Alemanha, dependendo do critério utilizado — a Suíça tem mais não-católicos, mas na Alemanha, a porcentagem é maior.

Grupos ocidentais e orientais

Espanha bandeira Estados Unidos bandeira Equador bandeira Portugal bandeira

Alemanha bandeira Austrália bandeira Camarões bandeira Rússia bandeira

Espanha, Estados Unidos, Equador e Portugal de um lado do meridiano de Greenwich, enquanto Alemanha, Austrália, Rússia e Camarões ficariam do outro. É perfeitamente possível termos estas combinações no sorteio, e algumas outras.

Grupo sem freio (maior número de automóveis per capita)

Estados Unidos bandeira Itália bandeira França bandeira Argentina bandeira

A paixão por motores dos americanos é maior que a paixão pelo soccer: eles são o terceiro país no ranking mundial de automóveis por habitante, com 797 automóveis para cada 1000 pessoas, atrás apenas de Mônaco e San Marino. Completam o grupo a Itália (10ª, com 679 carros por habitante), França (19ª, com 578) e Argentina (54ª, com 314). Seria também uma bela opção de Grupo da Morte.

Também pensou em algum grupo maluco para a Copa do Mundo? Deixe sua sugestão nos comentários e participe dessa brincadeira!

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo