Mundo

Dragon Ball e futebol têm relações que Akira Toriyama nunca deve ter sonhado

Soubemos nesta sexta-feira (8) da morte de Akira Toriyama, criador de Dragon Ball, e como homenagem lembramos momentos icônicos que juntam a franquia e futebol no mesmo universo

Foi anunciada nesta sexta-feira (8) a morte do mangaká Akira Toriyama, aos 68 anos, no último dia 1º de março. O criador do mangá Dragon Ball morreu por conta de um hematoma subdural que causou complicações. Isso acontece quando há acúmulo de sangue entre o cérebro e seu revestimento externo, o crânio. Akira deixou um filho, a esposa e um legado que dificilmente será esquecido.

Dragon Ball foi sua franquia de maior sucesso, principalmente quando tomou a forma de anime. No Brasil, explodiu no final da década de 1990, quando chegou à TV aberta trazendo a história dos sayajins Goku, Vegeta, Gohan e outros em suas aventuras para salvar o planeta Terra. Com muitas lutas e sagas marcantes, Dragon Ball acabou sendo referência para muitas das pessoas que cresceram na época.

Não à toa, o futebol também foi muito influenciado por Dragon Ball, em fatos que o próprio Akira Toriyama pode nem ter ficado ciente — nunca se soube se ele era ou não um grande fã do esporte. Mas seja em comemorações, mosaicos de torcida e até mesmo (e talvez principalmente) memes, o universo do anime sempre deu um jeito de se confundir com o da bola pelo mundo todo.

Dragon Ball e as comemorações no futebol

Todo torcedor do Flamengo deve se lembrar da dança que Bruno Henrique e Gabigol eternizaram em 2019 ao comemorarem juntos um gol. Isso vem de Dragon Ball Z, a segunda sequência da franquia de Toriyama. É a movimentação apresentada na saga de Cell que faz com que dois personagens se fundam em um só. Inicialmente, é revelada pelos jovens Goten e Trunks, filhos, respectivamente, dos protagonistas Goku e Vegeta.

Gabriel Barbosa e Bruno Henrique comemorando gol do Flamengo com a fusão de Dragon Ball

Mas esta está longe de ser a única referência à Dragon Ball quando o assunto é comemoração de gols. Em 2019, por exemplo, o Borussia Dortmund venceu o Hannover, então na primeira divisão alemã, por 5 a 1 em partida válida pela Bundesliga. Um dos melhores em campo, Marco Reus comemorou seu gol junto de Achraf Hakimi, hoje no PSG, fazendo com as mãos a movimentação do kamehameha, golpe eternizado por Goku.

Marco Reus e Hakimi comemoram gol do Borussia Dortmund com movimento do kamehameha

Ex-jogador do Fluminense, Marcos Júnior foi outro que ficou marcado em várias oportunidades por ligações com Dragon Ball. Primeiro, por ganhar o apelido de Kuririn, personagem careca como ele que é um dos melhores amigos de Goku. Ele levou tão a sério o espírito do anime que, no ano passado, em sua estreia pelo Sanfrecce Hiroshima, do Japão, comemorou seu gol também fazendo um kamehameha. Detalhe: colocou até uma peruca para ficar com cabelos loiros de super sayajin.

Outro fã assumido de Dragon Ball e que já fez referência ao anime quando comemorou um gol foi Pierre-Emerick Aubameyang, em sua época de Barcelona. Ao marcar no Superclássico diante do Real Madrid, em 2022, ele tirou uma esfera do dragão e comemorou fazendo o mesmo sinal que Goku fazia quando ia se teleportar. A cena acabou se tornando icônica.

Aubameyang comemorando gol com esfera do dragão

Na cultura atual do futebol há muito de Dragon Ball

Pouca gente conhece Joan Roman, jogador que teve passagens para lá de discretas nas categorias de base de Barcelona e Manchester City. Mas ele é um dos exemplos de como Dragon Ball exerce forte influência na cultura futebolística do mundo: em 2020, ele mudou seu nome para… Goku. “Sou Goku, escolhi esse nome, pois me identifico com os valores dele e o que ele representa para mim: perseverança, empatia e crescimento através dos obstáculos”, declarou o atleta à época da mudança.

Muitas torcidas também aproveitam a fixação por Dragon Ball para criar mosaicos e bandeirões. Na França, onde animes são tão populares quanto no Japão ou no Brasil, a torcida do PSG usou a temática principal do desenho para pedir a seus jogadores aquele que seria seu sétimo título francês. Foi em 2018, quando um mosaico enorme no Parc de Prince pedia ‘a sétima esfera', fazendo referências às sete esferas do dragão, que dão nome à obra-prima de Toriyama e, quando reunidas, concedem qualquer desejo àquele que as juntou.

Mosaico feito pela torcida do PSG com Goku como protagonista

Recentemente, aqui mesmo na Trivela, destacamos uma criação do artista Sebastian Kurpiel que mostra essa relação íntima entre animes e futebol. Ele criou colagens em vídeos que colocavam protagonistas de desenhos auxiliando Messi e Cristiano Ronaldo a marcarem gols. Obviamente, Dragon Ball estava presente, sendo representado pela dupla Goku e Vegeta.

Comemorações, cultura e… memes: Dragon Ball tem muita relação com futebol

Meme usando Vegeta é bastante comum no futebol brasileiro

E, claro, os memes. Talvez você nem saiba, mas com certeza já viu por aí imagens que satirizam derrotas ou situações do futebol e usam Dragon Ball como pano de fundo. Uma das clássicas envolve a cena em que Vegeta está olhando para cima divagando na chuva. Não são poucos os torcedores que, ao perderem um jogo, compartilhar a imagem com o escrito “perdemo” e o escudo de seu time. Abaixo, separamos uma que vem da torcida do Vasco.

Vegeta vascaíno é um clássico da internet brasileira

O clube carioca, aliás, tem bastante ligação com Vegeta. Procurando rapidamente na internet, é fácil encontrar a imagem do personagem em um morro carioca, lata de cerveja em mãos e… camisa do Vasco. Mais uma referência que mostra quão próximos podem ser os universos de Dragon Ball e do futebol. Mesmo que Akira Toriyama nunca tenha nem sonhado com isso. É disso que se trata deixar um legado. E ele deixou, sem sombra de dúvidas.

Foto de Leonardo Sacco

Leonardo Sacco

Formado em Jornalismo pela Cásper Líbero, fez categorias de base na TV Gazeta, Olheiros e Impedimento. Se profissionalizou no Yahoo e desde junho de 2023 é coordenador de conteúdos editoriais da Trivela.
Botão Voltar ao topo