México

Guia do Apertura Mexicano 2011

Já após o fim da primeira rodada do Apertura 2011 do campeonato mexicano, trago a segunda parte do resumo das equipes que disputam a competição. A primeira você pode conferir aqui.

Organizado em ordem alfabética, você confere um perfil dos nove clubes restantes e como cada um se preparou para a disputa. Confira:

Vagas continentais do Apertura 2011
1º colocado na fase de classificação: fase de grupos da Copa Libertadores 2012
2º colocado na fase de classificação: fase de grupos da Copa Libertadores 2012
3º colocado na fase de classificação: fase preliminar da Copa Libertadores 2012
Campeão da Liguilla: fase de grupos da Liga dos Campeões da Concacaf 2012/13
Vice-campeão da Liguilla: fase preliminar da Liga dos Campeões da Concacaf 2012/13
Último colocado (média das últimas três temporadas, incluindo Clausura 2012): rebaixado

Legenda das transferências
Definitiva (Posição, time)
Empréstimo* (Posição, time)
Retorno de empréstimo# (Posição, time)

 

Pachuca

Nome do clube: Pachuca Club de Fútbol
Fundação: 1901
Site oficial: www.tuzos.com.mx
Estádio: Hidalgo (30.024 torcedores)
Cidade: Pachuca de Soto (267.862 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 13º – (6º do Grupo 2 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Efraín Flores
Quem chegou: Andrés Chitiva (M, Veracruz), Elías Hernández (M, Monarcas), Dionicio Escalante* (M, Guadalajara), Jaime Ayoví (A, Toluca), Félix Borja (A, Puebla), Rogelio Chávez* (D, Cruz Azul), Mauro Cejas (A, Estudiantes), Horacio Cervantes* (D, Cruz Azul), Juan Carlos Silva (M, América), Enrique Esqueda (A, América) e Segundo Castillo (M, Deportivo Quito-EQU)
Quem saiu: Yulián Anchico# (M, Santa Fe-COL), Braulio Luna (M, Estudiantes), Paul Aguilar (M, América), Carlos Peña (M, León), Luis Montes* (M, León), Hérculez Gómez (A, Estudiantes), Faustino Arizala* (A, Jaguares), Edgar Hernández* (G, León) e Víctor Mañón* (A, Indios)
Principal jogador: Edgar Benítez (A)
Fique de Olho: Julio Gómez (M)
Objetivo na temporada: título

Após o título da Concachampions em 2009-10, os Tuzos tiveram uma temporada para esquecer. Campanha fraca no Apertura, eliminação precoce no Mundial de Clubes (para o Mazembe) e um Clausura humilhante, com o time terminando na lanterna do grupo 2, distante de qualquer possibilidade de alcançar os playoffs.

Para 2011-12, o Pachuca tenta reerguer-se. E para isso, aposta em algumas ótimas contratações e um nome da base. Do vice-campeão Monarcas, veio o bom meia Elías Hernández, referência dos purépechas nos últimos torneios nacionais. Para o ataque, vieram os sul-americanos Ayoví, Borja e Cejas. Mas a grande esperança reside no jovem Julio Gómez, de apenas 16 anos, campeão mundial com a El Tri sub-17 e desejado por alguns grandes europeus.

 

Puebla

Nome do clube: Club de Fútbol Puebla
Fundação: 07/05/1944
Site oficial: www.pueblafutbolclub.com.mx
Estádio: Cuauhtémoc (48.648 torcedores)
Cidade: Puebla de Zaragoza (1.539.819 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 14º – (4º do Grupo 3 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Sergio Bueno
Quem chegou: Íñigo Rey# (A, Alacranes), Robert de Pinho* (A, Monterrey), Obed Rincón* (D, Monterrey II), Diego Campos* (M, Atlas), Daniel Osorno* (A, Atlas), Cesáreo Victorino* (M, Cruz Azul), Alan Zamora* (M, Jaguares), Pablo Antonio Gabas* (M, Necaxa), Aldo Polo (D, León), DaMarcus Beasley (M, Hannover 96-ALE), Francisco Pizano (D, León), Luis García (M, Panathinaikos-GRE), Gonzalo Pineda* (M, Guadalajara), Jaime Durán* (D, Monarcas), Gustavo Anzaldo# (M, Albinegros), Sergio Rosas# (M, Tijuana), Ricardo Jiménez# (D, Cruz Azul Hid.), Enrique Vizcarra# (M, Alacranes), Isaac Romo* (A, Cruz Azul), Fernando Guerrero (M, Independiente José Terán-EQU), Uriel Álvarez* (D, Santos), Mario Rodríguez* (G, Estudiantes), Lucas Silva (M, Dorados), Antonio López* (A, América), Diego Cervantes* (D, América) e Joaquín Peralta (A, Puebla II)
Quem saiu: Brayan Martínez# (A, Monterrey), Alejandro Acosta (D, Veracruz), Éder Pacheco (A, León), Jair García* (A, Lobos), Jorge Zárate* (M, Lobos), Carlos Arenas* (M, Correcaminos), Jorge Villalpando* (G, Toluca), Felipe Ayala* (M, Monarcas), Orlando Rincón* (D, Jaguares), Félix Borja (A, Pachuca), Wálter Jiménez (M, Santos), Alejandro Argüello# (M, América), Edgar Castillo# (D, América), Yasser Corona# (D, Mérida), Melvin Brown# (D, Estudiantes) e Roberto Carlos Juárez# (D, Cruz Azul)
Principal jogador: Gabriel Pereyra (M)
Fique de Olho: Uriel Álvarez (D)
Objetivo na temporada: vaga na Liguilla

Com alguma chance de rebaixamento, a Franja foi o time que mais se reforçou para o Apertura. Mas para além do número recorrente de nomes, alguns totalmente desconhecidos, o Puebla dessa vez fez algumas das contratações de maior renome na Primera División mexicana: o meia norte-americano DaMarcus Beasley e o espanhol Luis Garcia. Caso a experiência não seja suficiente, o clube também trouxe alguns atletas jovens (por empréstimo), mais para compor elenco e ampliar o leque de opções.

Com bons nomes contratados, o time até deverá entrar na briga por uma vaga na Liguilla, mas, para isso, o grande número de reforços terá de formar um conjunto há tempo. Joga contra o fato de os camoteros terem perdido Felix Borja, artilheiro do Clausura-2010, e Walter Jiménez, importante referência no meio-campo em Puebla.

 

Pumas

Nome do clube: Club Universidad Nacional A.C
Fundação: 12/09/1954
Site oficial: www.clubpumasunam.com
Estádio: Olímpico Universitario (63.186 torcedores)
Cidade: Cidade do México (8.851.080 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 2º – (1º do Grupo 3 – campeão da Liguilla)
Competição continental: Concacaf Champions League
Técnico: Guillermo Vázquez
Quem chegou: Álex Diego* (M, Atlante)
Quem saiu: Ismael Íñiguez* (M, Tijuana), Leandro Augusto (M, Tijuana), Israel Castro (M, Cruz Azul), Óscar Ricardo Rojas* (M, Atlante), Dante López (A, sem cube), Jehu Chiapas (M, San Luis) e Orlando Pineda* (M, Correcaminos)
Principal jogador: Darío Verón (D)
Fique de Olho: Kevin Escamilla (M)
Objetivo na temporada: título

É certo que muitas vezes faz bem seguir a lógica “em time que está ganhando do não se mexe”, mas os felinos levaram a máxima ao extremo na hora de reforçar o time para o Apertura. Atual campeão, os de Pedregal trouxeram apenas um nome. E olha que nem foi contratação, e sim um retorno de empréstimo. O problema é que os rivais entenderam a tática do clube e trataram de tirar pelo menos dois nomes importantes para a equipe: o brasileiro Leandro foi para o recém-chegado Tijuana, enquanto Castro fechou com o Cruz Azul.

Para piorar, num episódio ainda mal explicado, os universitarios perderam o atacante paraguaio Dante López, que não acertou sua renovação com os Auriazules. Não que a UNAM esteja fraca, muito pelo contrário. O time dosa experiência com alguns jovens de potencial e tem tudo para chegar a mais um título, seja ele continental ou nacional. A questão é que, com um elenco diminuto e sem muitas opções táticas pode ser complicado atuar em duas frentes em competições disputadas. Um grande desafio para os atuais campeões.

 

Querétaro

Nome do clube: Querétaro Fútbol Club
Fundação: 08/07/1950
Site oficial: www.clubqueretaro.com
Estádio: Corregidora (34.130 torcedores)
Cidade: Santiago de Querétaro (1.097.028 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 16º – (5º do Grupo 3 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Gustavo Matosas
Quem chegou: Marco Jiménez# (M, Leones Negros), José Hibert Ruiz* (M, Atlante UTN), Daley Mena (A, Danubio-URU), Pablo Bonells* (A, Pumas Morelos), Sergio Arias* (G, Guadalajara), Adrián Israel García Arias* (D, San Luis), Sergio Amaury Ponce* (M, Guadalajara), Liborio Sánchez* (G, Guadalajara), Adolfo Bautista* (A, Guadalajara), Ricardo Vázquez* (A, Guadalajara), Christian Pérez (D, Guadalajara), Sergio García* (G, Guadalajara), Mitchel Oviedo* (M, Guadalajara), Israel López* (M, Cruz Azul), Israel Martínez* (M, América), Juan Ignacio González# (D, León), Héctor Castro# (M, Leones Negros) e Manuel Ernesto López Mondragón (M, Veracruz)
Quem saiu: Arnhold Rivas# (M, Estudiantes), Jorge Alberto Díaz de León# (G, Tigres), Raúl Ferro* (M, Veracruz), Fabián Mares* (M, Altamira), Ismael Rodríguez# (D, América), Éder Borelli (D, Tigres), Isaac Acuña# (M, América), Sergio Ávila# (M, Guadalajara), Jorge Cárdenas# (D, Deportivo Guadalajara II), Julio Nava# (M, Guadalajara), José Octavio Acéves# (M, Guadalajara), Gabino Velasco# (M, Cruz Azul), Alvin Mendoza# (M, América), Luis Cano (D, Leones Negros), Adrián Romero# (D, Nacional) e Carlos Pinto* (D, Irapuato)
Principal jogador: Carlos Bueno (A)
Fique de Olho: Maximiliano Arias (D)
Objetivo na temporada: fugir do rebaixamento

Em sua terceira temporada após o retorno à elite, os Gallos Blancos parecem ainda não ter entendido que a troca constante e o alto número de atletas não forma um time competitivo e atrasa o entrosamento entre os atletas. Em 2011-12, o Querérato foi, novamente, um dos times que mais teve negociações de jogadores, tanto entrando como saindo. Menos mal que os Gallos mantiveram o experiente atacante uruguaio Carlos Bueno, capitão e artilheiro do time.

Atuando mais como uma filial do Guadalajara, o time manteve o intenso intercâmbio de atletas com as Chivas e seus respectivos times satélites. Entre as maiores apostas nos reforços vindos por empréstimo de Guadalajara, constam os goleiros Vázquez e Sánchez, além do experiente atacante Bautista. Parece ser um sinal de que o time terá um duro desafio na briga pelo descenso.

 

San Luis

Nome do clube: San Luis Fútbol Club
Fundação: 1957
Site oficial: www.clubsanluis.com.mx
Estádio: Alfonso Lastras Ramírez (24.576 torcedores)
Cidade: San Luís Potosí (1.165.379 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 11º – (5º do Grupo 2 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Ignacio Ambríz
Quem chegou: Alfredo Moreno# (A, Atlas), Moisés Velasco* (M, Toluca), Guillermo Cerda* (D, América), José Joel González* (M, Atlante), Jehu Chiapas (M, Pumas), Óscar Pérez (G, Cruz Azul), Pablo Aguilar# (D, Arsenal de Sarandí-ARG), Omar Monjaraz# (D, Lobos), Armando Vallejo# (D, Veracruz II), Edmundo Ríos# (G, Alacranes) e Macnelly Torres (M, Colo Colo-CHI)
Quem saiu: César Lozano# (G, Indios), Marco Gómez* (A, Mérida), Carlos Trejo* (G, Necaxa), Héctor Giménez* (A, Necaxa), Adrián Israel García Arias* (D, Querétaro), Noé Maya* (M, Tijuana), Manuel García# (D, América), Juan Carlos Medina# (M, América), Luis Omar Hernández# (D, Necaxa), Osmar Mares# (D, Santos) e Óscar Mascorro* (D, León)
Principal jogador: Wilmer Aguirre (A)
Fique de Olho: Christian Sánchez (D)
Objetivo na temporada: vaga na Liguilla

Depois de boas campanhas na elite, o San Luis volta a temer o fantasma da briga pelo rebaixamento. Para essa temporada, a ameaça ainda não é grande, mas um desempenho ruim em 2011-12 pode complicar a vida dos Tuneros na temporada seguinte. Para evitar o perigo, o clube trouxe alguns nomes experientes para começar a dar uma nova cara ao time.

Do rebaixado Necaxa, veio o experiente goleiro Pérez. Do Chile, os Gladiadores trouxeram o bom meia Macnelly Torres, objeto de desejo de muitos clubes brasileiros. E para se livrar da excessiva dependência do artilheiro peruano Aguirre, o San Luis trouxe de volta o argentino Alfredo Moreno. Pode não ser muito, mas levando-se em conta que os Auriazules perderam poucos atletas, formar um time competitivo pode ser o caminho para futuras boas campanhas na elite.

 

Santos Laguna

Nome do clube: Club Santos Laguna S.A. de C.V.
Fundação: 04/09/1983
Site oficial: www.clubsantoslaguna.com.mx
Estádio: Territorio Santos Modelo (30.000 torcedores)
Cidade: Torreón (639.629 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 9º – (4º do Grupo 1 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: Concacaf Champions League
Técnico: Diego Cocca
Quem chegou: Pedro Quiñónez# (M, Emelec-EQU), Santiago Hoyos (D, CA Lanús-ARG), César Ibáñez* (D, Atlas), Aarón Galindo (D, Deportivo Guadalajara II), Christian Suárez (M, Necaxa), Wálter Jiménez (M, Puebla), Agustín Herrera# (A, Atlante UTN), Carlos Ochoa# (A, Tigres), Milton Aguilar# (G, Alacranes), Jorge Alberto Campos# (D, Albinegros), Osmar Mares# (D, San Luis) e Enrique López (D, Santos U-19)
Quem saiu: José Antonio Olvera# (M, Guadalajara), Jorge Barrera* (D, Correcaminos), Juan Pablo Santiago* (D, Tijuana), Francisco Torres* (M, Atlas), Jonathan Lacerda* (D, Atlas), Uriel Álvarez* (D, Puebla), José Rodolfo Reyes* (A, Estudiantes), Fernando Arce (M, Tijuana), Christian Benítez (A, América), Rodrigo Ruiz (A, Estudiantes) e Joaquín Reyes* (M, Celaya)
Principal jogador: Daniel Ludueña (M)
Fique de Olho: César Ibáñez (D)
Objetivo na temporada: vaga na Liguilla

Depois de dois vice-campeonatos, os Laguneros perderam fôlego e nem se classificaram para a última Liguilla. Poderia até ser sinal de necessidade de algumas mudanças no time, o problema é que a principal delas aconteceu no que de melhor tinha: o clube vendeu o artilheiro Christian Benítez por uma quantia recorde ao América. Para substituir o artilheiro, principal nome dos Guerreros nas últimas quatro temporadas, a aposta foi no seu conterrâneo Christian Suárez, que estava no Necaxa.

O principal nome continua sendo o argentino Ludueña, maestro do setor ofensivo, mas o Santos deve enfrentar muitas dificuldades para voltar aos playoffs. Vale ficar de olho no zagueiro César Ibáñez, que chega por empréstimo do Atlas e teve boa passagem pela seleção sub-17 azteca.

 

Tigres

Nome do clube: Club de Fútbol Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León
Fundação: 07/03/1960
Site oficial: www.tigres.com.mx
Estádio: Universitario (42.000 torcedores)
Cidade: San Nicolás de los Garza (476.761 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 1º – (1º do Grupo 1 – eliminado nas quartas da Liguilla)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Ricardo Ferretti
Quem chegou: José Alfredo González Tahuilán# (D, Atlas), Lucas Ayala# (M, Atlas), Jorge Alberto Díaz de León# (G, Querétaro), Lampros Kontogiannis (M, América), Edgar Pacheco (M, Atlas), Éder Borelli (D, Querétaro), Jonathan Arenas# (A, Guerreros), Jesús Urbina# (G, Monarcas), Blas Pérez# (A, León), Emmanuel Cerda# (A, Toluca), Jesús Chávez# (D, Jaguares), Nicolás Ruvalcaba# (M, León), Adrián Gallegos# (D, Guerreros), Edgar García# (A, Alacranes), Fernando Navarro (M, Atlante) e Éverton# (M, Botafogo-BRA)
Quem saiu: Omar Trujillo# (D, Monarcas), Carlos Ochoa# (A, Santos), Antonio Sancho (M, aposentou-se), Cirilo Saucedo (G, Tijuana), Jesús Molina (D, América), Francisco Fonseca (A, Atlante), Enrique Escudero* (D, Altamira) e Itamar (A, Atlético Paranaense-BRA)
Principal jogador: Héctor Mancilla (A)
Fique de Olho: Edgar Pacheco (M)
Objetivo na temporada: título

Superlíder do último Clausura, o Tigres preferem ficar apenas com a vaga, se na Liguilla o time avançar um pouco mais. Há oito anos sem alcançar a final (e quase 30 sem conquistar o título), os felinos sabem que precisam mostrar um pouco mais nessa temporada. Principalmente levando-se em consideração o bom investimento feito na equipe, que trouxe o desejado Borelli, do Querétaro, e manteve suas principais peças.

O clube perdeu o bom goleiro Saucedo (para o Tijuana), o zagueiro Molina (para o América) e o experiente Sancho, que aposentou-se. Mas há algumas temporadas, os Auriazules possuem um time muito competitivo, e potencialmente acima das campanhas que realiza. O técnico brasileiro Ferretti sabe disso e, em sua terceira passagem pelo clube, começa a ser cobrado para alcançar o sucesso que obteve no Guadalajara e no UNAM.

 

Tijuana

Nome: Club Tijuana Xoloitzcuintles de Caliente
Fundação: 01/2007
Site oficial: www.xolos.com.mx
Estádio: Caliente (33.333 torcedores)
Cidade: Tijuana (1.300.983 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: campeão da Liga de Ascenso 2010-11
Competição continental: nenhuma
Técnico: Joaquín del Olmo
Quem chegou: Ismael Íñiguez* (M, Pumas), José Sand (A, Al-Ain FC-EAU), Humberto Martínez* (G, Jaguares), Juan Pablo Santiago* (D, Santos), Noé Maya* (M, San Luis), Cirilo Saucedo (G, Tigres), Juan Carlos Núñez (M, Toluca), Dayro Moreno (M, Once Caldas-COL), Leandro Augusto (M, Pumas), Fernando Arce (M, Santos), Javier Gandolfi (D, Jaguares), Hugo Ruiz# (M, Lobos), Edgar Salcedo# (G, Alacranes), José Islas# (D, Leones Negros) e Egidio Arévalo (M, Botafogo-BRA)
Quem saiu: Sergio Rosas# (M, Puebla), Gilberto Mora# (M, Jaguares), Miguel Ángel Fraga# (G, Mérida), Gerardo Galindo# (M, Necaxa), José de Jesús Gutiérrez# (M, Jaguares) e Leonín Pineda# (G, América)
Principal jogador: Raúl Enríquez (A)
Fique de Olho: Armando Pulido (M)
Objetivo na temporada: vaga na Liguilla

Vem sendo recorrente clubes que sobem para a elite azteca sofrerem com poucos investimentos e nível técnico dos atletas. Por isso, a briga contra o rebaixamento costuma ser dura para os recém-chegados. Os Xolos, por sua vez, parecem estar dispostos a contrariar essa ordem. Com um forte investimento, o clube fronteiriço trouxe alguns atletas de nomes internacional e tirou jogadores importantes de rivais na Primera División. Até por isso, o objetivo passa a ser mais uma vaga na Liguilla do que, necessariamente, a permanência.

Além de trazer o botafoguense Arévalo, o artilheiro argentino Sand e o bom atacante Dayro Moreno, do Once Caldas, os Rojinegros acertaram com o goleiro Saucedo, do Tigres, e os experientes meias Arce, do Santos, e Leandro, do campeão Pumas. Os reforços, aliados aos planos do clube, que conta com forte investimento público estadual, podem ser indícios de um novo nome para brigar por títulos em terras mexicanas.

 

Toluca

Nome do clube: Deportivo Toluca Fútbol Club S.A. de C.V
Fundação: 12/02/1917
Site oficial: www.deportivotolucafc.com
Estádio: Nemesio Díez (33.000 torcedores)
Cidade: Toluca de Lerdo (1.846.602 habitantes)
Colocação no Clausura 2011: 12º – (4º do Grupo 2 – eliminado na primeira fase)
Competição continental: nenhuma
Técnico: Héctor Hugo Eugui
Quem chegou: Francisco Franco# (D, La Piedad), José Cruzalta# (D, Monarcas), Octavio Mira# (D, Altamira), Francisco González# (M, Altamira), Ismael Valadez# (A, Correcaminos), Jorge Villalpando* (G, Puebla) e Iván Alonso (A, Espanyol-ESP)
Quem saiu: Alfredo Talavera# (G, Guadalajara), Osvaldo González* (D, Universidad de Chile-CHI), Edgar González* (A, Leones Negros), Mario Méndez* (M, Irapuato), Josué Castillejos* (M, Leones Negros), Moisés Velasco* (M, San Luis), Juan Ezequiel Cuevas (M, Atlante), Jaime Ayoví (A, Pachuca), Juan Carlos Núñez (M, Tijuana), Emmanuel Cerda# (A, Tigres) e Luis Carlos Arias (A, Deportes Tolima-COL)
Principal jogador: Sinha (M)
Fique de Olho: Néstor Calderón (M)
Objetivo na temporada: vaga na Liguilla

Equipe mais vencedora da primeira década do novo século, os Diablos tiveram o sinal de alerta ligado após ficar de fora da Liguilla dos dois torneios curtos da última temporada. Para muitos, o desempenho é sintoma do envelhecimento do time. E para complicar, a equipe escarlata perdeu o jovem artilheiro equatoriano Ayoví para o Pachuca.

Para o seu lugar, chegou o veterano atacante uruguaio Iván Alonso, que chega ao futebol azteca após passagem pela Europa. Nâo ajuda muito na renovação da equipe, levando-se em conta que o principal nome continua a ser o experiente meia brasileiro naturalizado Sinha, de 35 anos. Quem deve ganhar mais oportunidades, até pela pouca força na base da equipe, é o jovem meia Calderón, que já se destaca também na seleção azteca.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo