México

Corona: “O ouro é o exemplo de quem não cruza os braços”

Capitão da seleção olímpica do México, Jesus Corona exaltou o empenho do elenco na conquista do ouro neste sábado, após vitória sobre o Brasil por 2 a 1. Segundo o goleiro, o triunfo deverá servir de exemplo para que o futebol mexicano alcance outros feitos no futuro.

“Estou muito contente de ter cumprido o objetivo. É o resultado por permanecermos unidos, pelo trabalho em conjunto. Um prêmio e o exemplo de que não ficamos de braços cruzados. É algo muito importante em nossas carreiras e histórico no futebol de nosso país, uma referência para as próximas gerações”, declarou.

Herói da final, Oribe Peralta afirmou que o pódio sempre foi o objetivo de sua equipe: “A medalha é um presente para os meus filhos. Desde que saímos do México tínhamos em mente a ideia de voltar com uma medalha e isso se cumpriu. Você precisa estar preparado do primeiro ao último minuto para alterar o marcador e isso aconteceu”.

Técnico de El Tri, Luis Fernando Tena afirmou a importância que o ouro terá para o povo mexicano: “A alegria das pessoas é o que emociona. Espero que muitas pessoas estejam aproveitando este momento, assim como nós estamos. É uma glória escutar seu hino nacional com a medalha no peito”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo