México

Concacaf admite estudar Copa América unificada em 2015

A Copa América de 2015 pode ser uma competição unificada entre Conmebol e Concacaf, com a participação de 16 seleções. Em entrevista à revista Sports Illustrated, o secretário-geral da Concacaf, Chuck Blazer, admitiu a existência de estudos sobre a viabilidade do novo torneio.

A ideia seria contar com as 10 seleções filiadas à Conmebol e outras seis representantes da Concacaf, que reúne países das Américas do Norte e Central e do Caribe. Desde 1993, seleções da Concacaf, como México, Estados Unidos, Costa Rica e Honduras, têm disputado a Copa América como convidadas.

“A primeira vez que se cogitou a ideia foi há quatro ou cinco anos”, declarou Blazer. “Falou-se com possíveis patrocinadores, mas naquele momento a ideia foi rejeitada. Outras configurações seriam necessárias para tornar (a competição) possível. É preciso um parâmetro econômico para que possa se realizar”.

Em 2011, na Argentina, o México disputará a Copa América com sua seleção olímpica reforçada por cinco jogadores acima da idade-limite de 23 anos. A outra seleção convidada será o Japão, que já participou do torneio em 1999.

A princípio, a Copa América de 2015 seria disputada no Brasil, mas há negociações para que seja organizada pelo Chile, em função das outras competições a serem realizadas pelos brasileiros (Copa do Mundo de 2014 e Olímpiadas de 2016).

A Copa América é realizada a cada quatro anos e tem o Brasil como atual bicampeão, enquanto a Copa Ouro da Concacaf é disputada a cada dois. A última edição, em 2009, foi vencida pelo México. “Se fizermos a 'Copa Américas', teríamos de ver como ela substituiria o que já existe”, explicou Blazer.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo