Itália

Técnico se enfurece e desiste de treinar Milan após postura da diretoria

Julen Lopetegui não gostou de ver como o Milan lidou com a rejeição de seu nome perante à torcida, e não tem mais interesse em ser técnico rossonero

Após mais uma decepcionante campanha tanto na Serie A como na Liga Europa, o Milan certamente não contará mais com Stefano Pioli, que após o vencimento de seu contrato, não vai permanecer como técnico do time rossonero. E para a próxima temporada, após ouvir alguns nãos, a direção já tinha um nome muito bem encaminhado, e com experiência tanto em seleções como em grandes clubes.

Porém, a falta de tato para lidar com uma revolta da própria torcida, que inicialmente discordou do nome, se transformou em ira do próprio treinador. Após ver a diretoria do Milan retroceder sobre sua contratação, o técnico Julen Lopetegui se irritou, e não tem mais interesse em ser o treinador do time italiano.

Segundo o jornal As, da Espanha, o espanhol estava há cerca de 6 meses trabalhando com a possibilidade de treinar o Milan, e inclusive descartou possíveis ofertas neste tempo pensando na possibilidade de se mudar para a Itália. O clube, interessado nos serviços e após se reunir com ele, deu inclusive carta-branca para o treinador pensar nos melhores cenários, seja em relação ao esquema tático, como em indicações para reforços. Porém, tudo mudou na última semana, quando a imprensa italiana descobriu que as negociações estavam acontecendo.

‘Nopetegui’

O nome de Lopetegui foi prontamente rejeitado, e na rede social X (antigo Twitter), torcedores ao redor do mundo criaram a hashtag ‘Nopetegui’. Até os membros da Curva Nord, a principal torcida organizada do time rossonero, se posicionaram contra a chegada do técnico, que até agosto do ano passado era o comandante do Wolverhampton.

Devido à repercussão negativa, a diretoria milanista, que já tinha um contrato redigido para ser assinado por Lopetegui, recuou. Ao longo da semana, Ignazio Abate, membro da gerência de futebol, foi filmado conversando com Thiago Motta. O técnico do Bologna sempre foi a prioridade, porém, a própria imprensa local afirma que o brasileiro naturalizado já teria dado a sua palavra para ser o novo técnico da rival Juventus.

A falta de confiança demonstrada e de respaldo irritaram Lopetegui. O treinador, que também passou por Seleção Espanhola, Porto e Real Madrid, se decepcionou porque haviam prometido a ele que estava tudo certo, e no fim, o clube, além de não o defender, fez questão de deixar claro através dos meios de comunicação que estava explorando outras opções.

Tarde demais

O periódico informa que o Milan chegou a entrar em contato com Lopetegui novamente, querendo saber se ainda estaria disposto a retomar as negociações, o que foi negado pelo próprio. Nos últimos dias, cresceu a possibilidade do espanhol dirigir o West Ham, e mesmo Manchester United e Bayern de Munique sejam considerados como clubes interessantes pelo seu estafe.

Já o Milan volta à estaca zero. Pressionado pelos torcedores, a quem o clube quis mostrar que estava ouvindo, desperdiçou uma possibilidade certa praticamente de ter um novo técnico. Sem Lopetegui e provavelmente sem Thiago Motta, os rossoneros precisam procurar outro nome. O preferido dos torcedores na internet é Antonio Conte, que está livre. Resta saber se o Milan cederá novamente à pressão e tentará trazer o técnico, que já ganhou títulos pelos rivais Juventus e Internazionale.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo