Serie A

Venezia dificultou, mas Theo Hernández entrou e decidiu a vitória do Milan

Com uma assistência e um gol, o lateral esquerdo foi o grande nome da vitória dos rossoneri, que se igualam à Inter

O Milan conseguiu uma ótima vitória em casa diante do Venezia, em um jogo que acabou sendo mais difícil do que o esperado. Apesar de dominar o jogo todo, os milanistas só conseguiram a vitória no segundo tempo, especialmente após a entrada de Theo Hernández. Foi o lateral esquerdo que participou decisivamente dos dois gols da vitória por 2 a 0. Com isso, os rossoneri se igualam em pontuação à rival Inter, com 13 pontos.

VEJA TAMBÉM: A Juventus finalmente venceu a primeira na Serie A, mas com doses de sofrimento para virar contra o Spezia

O técnico Stefano Pioli tinha vários desfalques por lesão. Zlatan Ibrahimovic, Olivier Giroud, Davide Calabria, Simon Kjaer, Tiemoué Bakayo, Rade Krunic e Junior Messias ficaram fora. O lateral esquerdo Fode Ballo-Touré ganhou chance no time titular, assim como toda a linha defensiva, formada por Alessio Romagnoli e Matteo Gabbia no centro da defesa e Pierre Kalulu na lateral direita.

No meio-campo, o Milan voltou a ter Ismaël Bennacer ao lado de Sandro Tonali. Alessandro Florenzi também foi titular, mas não como lateral direito, como estamos acostumados a ver na seleção italiana ou víamos muitas vezes na Roma, mas como ponta direita, como era no seu início de carreira. Completaram o time Brahim Díaz, Rafael Leão e o atacante Ante Rebic.

O primeiro tempo teve algumas chances do Milan, mas nenhuma muito clara. O domínio do time da casa se refletiu em mais chutes a gol, oito, mas nenhum deles acertou o alvo. No final, o Venezia ainda teve uma chance, em uma bola cruzada na área. Ficou claro que seriam necessários alguns ajustes.

Pioli ainda voltou com o mesmo time do Milan que começou o jogo, mas mudou aos 14 minutos. Colocou em campo Alexis Saelemaekers, Fikayo Tomori e Theo Hernández nos lugares de Florenzi, Gabbia e Ballo-Touré. O time melhorou e o impacto acabou sendo imediato.

Primeiro, aos 23 minutos, Theo Hernández recebeu cruzamento e, de primeira, tocou para o meio onde estava Brahim Díaz, livre, para empurrar para o gol: Milan 1 a 0, com uma bela jogada. Com a vantagem, entrou outro atacante para ganhar minutos: Pietro Pellegri, contratado nesta temporada.

O autor do segundo gol, porém, não veio com o centroavante reserva e sim com o lateral esquerdo, que mostrou seu poder de finalização. Saelemaekers tocou na esquerda para Theo Hernández, que recebeu, avançou e chutou forte, cruzado, para marcar um belo gol: 2 a 0, aos 37 minutos. Ali, já dava para saber que o jogo estava decidido.

Com a vitória, o Milan chega a 13 pontos e se iguala à rival Internazionale na ponta da tabela. O Napoli tem 12, mas um jogo a menos – ainda pode chegar a 15 se mantiver os 100% de aproveitamento.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo