Serie A

A Juventus finalmente venceu a primeira na Serie A, mas com doses de sofrimento para virar contra o Spezia

Spezia chegou a virar o jogo e deu muito trabalho, mas a Juventus retomou a vantagem final

A Juventus passou as quatro primeiras rodadas da Serie A sem vencer e, diante do péssimo futebol apresentado, as críticas eram mais que compreensíveis. Massimiliano Allegri chegou a declarar que o duelo contra o Spezia valeria “seis pontos na luta contra o rebaixamento”. Pode até haver um exagero na fala, mas a Velha Senhora sofreu bastante para conquistar o triunfo por 3 a 2 no Estádio Alberto Picco, seu primeiro na atual campanha. Num jogo de duas viradas, os Aquillotti ficaram à frente no placar em parte do segundo tempo, até que os juventinos reagissem e arrancassem a vitória.

O começo do jogo guardou um pouco de equilíbrio, até que a Juventus aumentasse sua carga ofensiva em busca da vitória. Os juventinos não criavam tantas chances claras, mas contavam principalmente com o apoio de Federico Chiesa e viram Paulo Dybala errar o alvo no melhor lance. O gol sairia aos 28, com assinatura de Moise Kean. O atacante recebeu na entrada da área e, depois de limpar a marcação, desferiu o tiro rasteiro no cantinho. A comemoração, contudo, não durou nem cinco minutos. O Spezia começou a pressionar e empatou com um golaço de Emmanuel Gyasi. O ganês partiu em velocidade da esquerda para o meio da área, antes de mandar um tirambaço cruzado que encobriu Wojciech Szczesny.

Antes do intervalo, o goleiro Jeroen Zoet realizou uma grande defesa contra Dybala. E o Spezia virou o jogo logo aos quatro minutos da segunda etapa. Giulio Maggiore deu um chutão para o ataque e acionou Janis Antiste. O atacante ganhou de Leonardo Bonucci na velocidade e ainda fintou o veterano, quando este se aproximava, antes de arrematar no canto de Szczesny. A festa nas arquibancadas do Estádio Alberto Picco era enorme, diante da possibilidade de uma façanha.

A Juventus, então, iniciou sua blitz para recuperar o prejuízo. Chiesa continuava comandando as ações de sua equipe, enquanto Zoet realizou outras boas intervenções contra Kean e Dybala. O empate saiu apenas aos 21, num momento em que o Spezia conseguia ter um respiro e quase fez o terceiro, num chute afastado na pequena área. Do outro lado, Chiesa foi o responsável por toda a jogada do gol. O jovem recuperou a bola, ofereceu o passe para o chute travado de Álvaro Morata e ainda marcou na sobra.

A Juve manteve o ritmo alto, para virar aos 27. Numa cobrança de escanteio que a zaga não conseguiu cortar, Matthijs de Ligt pegou o rebote e guardou. A reviravolta no placar, porém, não significou a tranquilidade imediata para a Velha Senhora. O Spezia ainda acreditou no resultado e conseguiu exercer uma dose de pressão na reta final do encontro. Apesar do abafa, os Aquillotti não foram tão efetivos e tiveram que aceitar o revés em casa.

O resultado tira a Juventus do limbo, mas não da metade inferior da tabela. A Velha Senhora ocupa o 12° lugar na Serie A, com cinco pontos conquistados em cinco rodadas. Já o Spezia aparece com quatro pontos e acaba nas últimas posições da tabela. Um pouco de alívio chega aos juventinos, mas nada que anime tanto assim neste início instável de temporada.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo