Copa da ItáliaSerie A

Spalletti recusa comparação com Mourinho: “Estou aqui há dois dias, ele fez história na Inter”

O técnico Luciano Spalletti recusou qualquer comparação com José Mourinho pelo trabalho que faz na Internazionale. Os nerazzurri lideram a Serie A, posição mantida após o empate por 0 a 0 com a Juventus, em Turim. E o treinador foi comparado ao português, o último a ter sucesso no clube e que conquistou o último scudetto, em 2009/10. Foi o ano da Tríplice Coroa, com a conquista de Copa da Itália, Serie A e Champions League.

LEIA TAMBÉM: Totti: “Com todo respeito à Champions League, o principal objetivo da Roma é a Serie A”

“Essa comparação com Mourinho me envergonha”, afirmou Spalletti. “Vocês tem que parar com isso, isso me força a enfatizar a distância entre eu, que estou aqui há dois dias, e alguém que fez história com a Inter. Eu não chego nem perto, então me façam um favor: não me coloquem perto dele. Mourinho sabe também que isso não se aplica”, afirmou o técnico.

“Eu irei defender o trabalho do elenco. Quando você vê de fora é uma coisa, mas quando você está dentro e vê isso todos os dias, percebe o trabalho que os jogadores estão fazendo”, disse Spalletti.

“Eu tinha algumas certezas contra a Juventus porque nós fomos compactos e sólidos. Nós temos uma alma única, mas não pudemos jogar uma partida perfeita, então há algumas coisas que podemos melhorar”, analisou o treinador da Inter.

A liderança e o bom resultado contra a Juventus jogando em Turim – empate por 0 a 0 que manteve o time na ponta da tabela – não ilude o treinador. Para ele, está claro o que o time é capaz de fazer, mas principalmente o que pode melhorar.

“O jogo contra a Juventus não me mostrou nada de novo, foi como olhar para uma foto no meu telefone”, contou, alegoricamente, o técnico. “Eu destaquei algumas certezas e as mesmas dificuldades que nós temos que trabalhar duro para melhorar, porque é a margem para nos tornarmos mais fortes, nós temos que encontrar a solução para dar o próximo passo”, comentou Spalletti.

Mourinho não deu importância à comparação com Spalletti, mas elogiou o time e se disse um interista. “Luciano tem a sua história, eu tenho a minha, mas eu estou feliz que eles estão em primeiro lugar”, respondeu Mourinho ao ser questionado sobre o assunto. “Cada um de nós tem seus próprios métodos de trabalho. Eu sou um interista e irei sempre querer que eles vão bem, mesmo de longe”.

A Inter enfrenta o Pordenone pela Copa da Itália nesta terça-feira (18h, ESPN+).

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo