Serie A

Roma pode se dar muito mal por atitude de atleta após vencer o clássico

Gianluca Mancini, zagueiro da Roma, ergueu bandeira 'anti-Lazio' após o derby e deve encarar consequências na justiça

Mantendo a tradição do clássico, o Roma x Lazio do último sábado (6) terminou em confusão. Autor do gol da vitória magra dos Giallorossi por 1 a 0 diante das Águias, Gianluca Mancini passou do ponto nas comemorações. Após o apito final, o zagueiro foi flagrado próximo da torcida romanista balançando uma bandeira azul e branca (cores da Lazio) e com a estampa de um rato. A cena desencadeou a ira de alguns jogadores (principalmente Immobile) e dos adeptos da equipe derrotada no Derby della Capitale. 

O que disse Mancini sobre a cena?

Questionado sobre o ocorrido, Mancini disse que pegou “a primeira bandeira que lhe foi dada pela torcida”. Em entrevista concedida após o derby, o zagueiro da Roma e da Seleção Italiana ainda pediu desculpas, afirmando que “apenas queria comemorar com os torcedores” sem ofender ninguém.

— Não queria ofender ninguém. Estava feliz com meus torcedores. Pode ter havido um pouco de inocência, são partidas intensas. Peguei a primeira bandeira que me deram, mas são coisas que começam e terminam ali. Sem desrespeitar ninguém, peço desculpas, só queria comemorar com a torcida -, afirmou Mancini.

Quais são as possíveis punições para Mancini e Roma?

Apesar do pedido de desculpas, Mancini e a Roma devem sofrer as consequências do ato infeliz do zagueiro. O Ministério Público Italiano já adquiriu vídeos do episódio e agora avaliará a conduta do defensor giallorossi, com base no artigo 4º do Código de Justiça Desportiva, que se refere ao dever de manter conduta geral estritamente inspirada “nos princípios de lealdade, correção e probidade em qualquer relacionamento” — referente à atividade desportiva.

Os holofotes sobre Mancini são ainda maiores, já que se trata de um jogador importante da Seleção Italiana. Por conta de seu status na Azzurra, certos comportamentos devem ser evitados. Sobre as possíveis punições, tudo irá depender do que o defensor disser à justiça. Multa ou até suspensão de um jogo são as penas prováveis.

Mancini ergue bandeira ‘anti-Lazio’ no Estádio Olímpico (Foto: Icon Sport)

Casos semelhantes não passaram batido pela Justiça Italiana

Há dois anos, durante a comemoração do Scudetto, jogadores do Milan exibiram uma faixa dirigida aos torcedores da Internazionale com linguagem vulgar. A mensagem foi uma resposta à conquista da Copa Itália pelos Nerazzuri naquela temporada, vencida contra a Juventus. A polêmica terminou com um acordo de confissão entre as partes. Desse modo, quatro atletas rossoneros (Theo Hernandez, Krunic, Maignan e Tonali) acabaram sancionados pela violação do artigo 4º, parágrafo 1º, do Código de Justiça Desportiva, por comportamentos desrespeitosos.

Krunic foi sancionado com multa de 5 mil euros, enquanto Theo Hernandez, Maignan e Tonali 4 mil euros. O Milan também não escapou das consequências e teve de pagar 12 mil euros à justiça.

Outro caso conhecido nesse contexto envolveu Zaniolo. No dia 26 de maio de 2022 o ex-jogador da Roma foi multado. O motivo? Durante as comemorações do título giallorossi na Conference League, o meio-campista, autor do gol da vitória na final contra o Feyenoord, pegou um microfone enquanto estava na carreta da equipe e cantou em voz alta “um refrão com conteúdo abusivo e ofensivo a Lazio” — conforme indicava o comunicado federal da época.

Por violar o Código de Justiça Desportiva, Zaniolo acabou multado em 4 mil euros. A Roma enfrentou a mesma punição.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo