Serie A

Napoli quer aproveitar o Ano Novo para mudar a chave de sua lamentável temporada

Napoli foi campeão na primeira metade de 2023 e péssimo na segunda metade; em 2024, quer reencontrar o bom futebol

É impossível para qualquer torcedor do Napoli dizer que 2023 foi um ano ruim. O título da Serie A depois de mais de 30 anos de espera foi algo tão absurdo que a cidade inteira parou e meio que comemora até hoje. Bem, não comemora até hoje porque o time, na atual temporada, tem dado mais motivos para chorar e fez da segunda metade do ano passado um desastre completo, que culminou com a atual péssima oitava colocação no Campeonato Italiano.

Mas como diz o ditado popular: ano novo, vida nova. E o Napoli quer começar o ano já colocando isso em prática neste domingo (7), quando enfrenta o Torino em seu primeiro jogo em 2024. Mais do que se colocar nos rumos, pega um adversário que está fungando no cangote napolitano e que, com uma vitória, pode afundar o Napoli e se colocar diretamente na briga pelas vagas na Liga Europa e Conference League.

Ao Napoli, vitória significa manter o sonho de Champions League aceso

Mesmo não estando nada bem na Serie A, principalmente recentementem, com três derrotas e um empate nos últimos cinco jogos, o Napoli ainda quer sonhar com uma vaga na Champions League. Começou a rodada a cinco pontos da Fiorentina, a primeira na zona de classificação para a principal competição da Europa, o que não é, convenhamos, uma distância que não pode ser tirada em um turno inteiro.

Acontece que o Napoli tem jogado muito, mas muito mal. Não a toa foi eliminado pelo frágil Frosinone da Copa da Itália levando de 4 a 0, em um dos jogos mais humilhantes que a torcida napolitana acompanhou in loco nos últimos tempos — sim, o jogo aconteceu no estádio Diego Armando Maradona, o que só piora as coisas.

A dupla formada por Khvicha Kvaratskhelia e Victor Osimhen, que foi fundamental para o título do Campeonato italiano na temporada passada, será titular e, apesar de não seguir tão afiada, é a esperança do time para bater o Torino. O nigeriano, inclusive, foi uma das poucas notícias recentes do Napoli ao renovar seu contrato com a equipe, ainda no final de 2023.

Do outro lado um Torino que não tem nada a perder e nem muito a oferecer

Se o Napoli não está bem em comparação ao Campeonato Italiano que se esperava de um atual campeão, o Torino faz o que dele se espera: não assusta muito, mas é regular. Nos 18 jogos que fez até agora pela Serie A, inclusive, haja regularidade, com seis vitórias, seis empates e seis derrotas. O grande problema é o ataque, que fez míseros 15 gols, menos de um por jogo.

Por outro lado, a defesa tem segurado as pontas e foi vazada 18 vezes, média de um gol sofrido por partida, o que, convenhamos, não é muito para um time que está estacionado no meio da tabela. Quatro pontos atrás do Napoli, aliás, o que faz com que o jogo deste domingo possa ser uma virada de chave. Se vencer, o Torino pode sonhar até com uma Conference League, por que não uma Liga Europa. Vale muito nas estreias dos times em 2024.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo