ItáliaSerie A

Milan e Inter perdem mais uma na Serie A

Os times de Milão mostram que a vida está dura para os dois no início de temporada. Milan e Internazionale perderam na quarta rodada do Campeonato Italiano. O Milan foi derrotado pela Udinese fora de casa por 2 a 1, sua terceira derrota em quatro jogos, enquanto a Inter perdeu em casa para o lanterna Siena, sua segunda derrota na Serie A, a segunda em casa. Nenhum dos dois times venceu ainda jogando no estádio Giuseppe Meazza na temporada.

O técnico MassimilianoAllegri levou a campo uma formação diferente. Normalmente inflexível com seu 4-3-1-2, o treinador escalou o time no 4-3-3, barrando Kevin-Prince Boateng e levando a campo um meio-campo com Antonio Nocerino, Massimo Abrosini e Riccardo Montolivo e no ataque Stephan El-Shaarawy, Urby Emanuelson e Giampaolo Pazzini.

O início do jogo pareceu bom para o Milan, com toque de bola e jogadas pelos lados do campo. Os primeiros 20 minutos tiveram um futebol aceitável do time rossonero, mas faltava criar lances de gol. A Udinese foi crescendo na partida e, no final do primeiro tempo, já era melhor. E conseguiu o gol. Em um lançamento para a área, Mathias Ranégie aproveitou a saída desastrada de Christian Abbiati e usou sua altura para cabecear e mandar para as redes.

No segundo tempo, o Milan voltou para o jogo e conseguiu o empate cedo. Já com Boateng em campo, aos nove minutos de partida, El-Shaarawy acertou um chute forte de fora da área e marcou um belo gol, empatando o jogo no estádio Friuli.

A vantagem, porém, durou pouco. Aos 21 minutos, Ranégie foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. No lance, o zagueiro Christian Zapata ainda acabou expulso, deixando o Milan com um jogador a menor. Antonio Di Natale cobrou e marcou 2 a 1.

O Milan foi para cima enquanto a Udinese se segurou, se armando para contra-ataques. Os rossoneri ficaram nervosos e acabaram vendo mais um jogador sendo expulso. Boateng tinha tomado amarelo por um pontapé que deu minutos antes quando fez uma falta boba no ataque, recebeu mais um amarelo e acabou expulso. O Milan com nove jogadores teria a missão de empatar.

Pressão inútil e derrota para o lanterna em casa
Milito e Cambiasso lamentam: a Inter decepcionou e perdeu do Siena

A Inter recebeu o Siena em San Siro, mas não conseguiu vencer mais uma vez jogando em casa. O Siena venceu por 2 a 0 em um jogo que teve muito menos posse de bola, chutou menos a gol e vu uma pressão inútil da Inter em busca do empate.

Foram 21 chutes a gol da Inter durante todo o jogo, sendo nove deles no gol, sete fora e cinco bloqueados pelo adversário. A posse de bola foi de 62% contra 38% do Siena. Nada disso foi suficiente para impedir a derrota. Em um lance aos 28 minutos do segundo tempo, Simone Vergassola tabelou com Emanuele Calaiò e chutou para marcar 1 a 0. Já nos acréscimos, Francesco Valiani marcou o segundo gol e decretou a derrota dos nerazzurri.

Nos outros jogos, a Sampdoria empatou com o Torino por 1 a 1, gols de Rolando Bianchi para o Torino e Nicola Pozzi para a Samp, ambos de pênalti. A Atalanta venceu por 1 a 0 o Palermo, gol de Cristian Raimondi. Já o Bologna empatou por 1 a 1 com o Pescara, gol de Alberto Gilardino para o Bologna e Juan Quintero para o Pescara.

Já o Napoli, que tinha vencido suas três primeiras partidas, ficou só no empate por 0 a 0 com o Catania e perdeu a chance de liderar o torneio ao lado da Juventus, que venceu suas quatro primeiras partidas.

Confira os resultados da quarta rodada da Serie A:

Sábado, 22/set
Parma 1×1 Fiorentina
Juventus 2×0 Chievo

Domingo, 23/set
Sampdoria 1×1 Torino
Atalanta 1×0 Palermo
Bologna 1×1 Pescara
Cagliari x Roma (adiado)
Catania 0x0 Napoli
Internazionale 0x2 Siena
Udinese 2×1 Milan
Lazio x Genoa

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo