Serie A

A Lazio anuncia o traumático rompimento com Simone Inzaghi, que deve ser confirmado como novo técnico da Inter

Depois de apalavrar sua renovação, Simone Inzaghi desistiu de ficar na Lazio e em breve será confirmado em Milão

A Internazionale não demorou para acertar a contratação de seu novo técnico para a próxima temporada. Diante da saída de Antonio Conte, o nome de Simone Inzaghi aparecia forte na imprensa italiana. Porém, a provável renovação de seu contrato com a Lazio afastava os rumores. No fim das contas, será ele mesmo o novo comandante em Milão. O treinador desistiu de assinar um novo vínculo com os laziali, que ficaram descontentes com a postura daquele que foi ídolo nos tempos de atleta e elevou o nível do clube em sua passagem pela casamata. Enquanto isso, a Inter esfrega as mãos com Inzaghi. O novato não tem o calibre de Conte, mas parece uma boa escolha dentro da realidade financeira dos nerazzurri e deve aproveitar as bases do atual campeão italiano.

A chegada de Inzaghi ainda não foi oficializada pela Inter, mas é questão de tempo. A Lazio confirmou a saída do treinador e indicou como ele deve mesmo ir para Milão. O contrato de Inzaghi se encerra em junho e ele tinha se apalavrado com os biancocelesti, mas os interistas ofereceram o dobro do salário e ele mudaria de ideia. Na nota oficial do clube da capital, há uma clara mágoa, já que sequer citam o nome do técnico. “Respeitamos a mudança de pensamento de um técnico e, antes disso, de um jogador que por muitos anos ligou seu nome à família da Lazio e a muitos sucessos biancocelesti”.

O presidente da Lazio, Claudio Lotito, também apontou sua insatisfação: “Estou desapontado no lado pessoal. Ele mudou de ideia entre a noite passada e essa manhã. O contrato estava pronto, eu até já tinha assinado. Ele deveria se encontrar com nosso secretário para assinar também, mas nunca apareceu. Ele me ligou, disse que dormiu pensando nisso e decidiu sair. Passamos sete horas juntos ontem e chegamos a um acordo. Ele me disse que não tinha mais motivação, que não seria capaz de motivar os jogadores. Quando alguém fala isso, como você pode pensar em mantê-lo? Se ele tivesse me dito na noite anterior, eu não teria preparado o contrato”.

Simone Inzaghi deve ser oficializado como novo treinador da Internazionale nos próximos dias. O veterano deve receber um salário de €4 milhões por temporada. Inzaghi, além do mais, estava descontente com a postura da Lazio na renovação de seu contrato. Ele não gostou da demora para resolver a questão, com os meses se passando até as conversas se iniciarem nos últimos dias. Ainda assim, à agência Ansa, ele preferiu ressaltar sua gratidão aos biancocelesti: “Com a maior emoção, desejo informar que a partir de 30 de junho minha maravilhosa aventura com a Lazio terminará. Agradeço ao clube, ao presidente, aos jogadores e aos torcedores que me acompanharam nesses 22 anos esplêndidos como jogador e técnico. Lutamos e vencemos juntos. Estas cores ficarão para sempre no meu coração: o biancoceleste para sempre será parte da minha alma”.

A Internazionale tinha anunciado a saída de Antonio Conte nesta quarta-feira. O problema não está no lado esportivo, sobretudo após o treinador reconduzir a conquista do Scudetto, mas sim nos problemas administrativos dos nerazzurri. Dono da Inter, o Grupo Suning atravessa uma crise financeira e planeja reduzir gastos. Conte não desejava trabalhar por menos e, por isso, resolveu sair. A estimativa é de que o corte salarial chegará a até 20% da folha de pagamentos. Os interistas também buscarão um lucro de pelo menos €80 milhões no mercado de transferências, com a venda de jogadores. Sem a manutenção do elenco, Conte acertou sua rescisão, recebendo ainda €7 milhões como compensação pela quebra do vínculo. Torcedores protestaram com faixas dizendo: “Reduzir os campeões é para idiotas. Técnico, funcionários e jogadores são intocáveis!”.

Inzaghi já demonstrou na Lazio ter condições de fazer muito com pouco. Depois de passar seis anos à frente das categorias de base, o ex-atacante assumiu a equipe principal em 2016. Primeiro ficou algumas semanas como interino, após a saída de Stefano Pioli, e foi escolhido em definitivo diante da brevíssima passagem de Marcelo Bielsa na pré-temporada de 2016/17. Inzaghi dirigiu a equipe em 242 partidas, com aproveitamento de 59% dos pontos. Conquistou a Copa da Itália e duas edições da Supercopa. Ainda assim, seus grandes feitos ocorreram mesmo na Serie A. Os biancocelesti ficaram sempre entre os oito primeiros nas últimas cinco temporadas, se classificando às copas europeias em todos os anos. Já o ápice veio com o quarto lugar de 2019/20, quando a equipe até ensaiou uma briga pelo título, mas ao menos conseguiu confirmar seu retorno à fase de grupos da Champions após 12 anos.

Em campo, Inzaghi não representará uma quebra àquilo que Conte fazia, considerando até o estilo mais vertical e incisivo da Lazio. Terá um elenco melhor em mãos do que se via na capital. Todavia, possui menos recursos que seu antecessor e também menos experiência. O desafio será superar as prováveis perdas e não fazer com que isso desemboque numa desmotivação de seus jogadores. Diante da crise e das opções no mercado, a escolha da Inter para o comando técnico é boa. O problema são as outras escolhas da Inter.

Enquanto a isso, a Lazio precisará seguir em frente se refazendo das feridas. Rompe com um ídolo, de história inegável desde os tempos de jogador. Mas também perde o mentor que conduziu o sucesso do clube durante  cinco anos, por mais que os últimos meses tenham indicado alguns desgastes. Não será tão simples substituí-lo a altura no Estádio Olímpico, por seu passado e por seu retrospecto recente.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!