Serie A

Javier Zanetti, ídolo e vice-presidente da Inter: “Este título nasceu quando Conte chegou”

Capitão do time no último scudetto da Inter, Zanetti atribuiu a Conte a conquista da Serie A, que quebra a sequência de nove títulos da Juventus.

Na última vez que a Internazionale tinha conquistado o título italiano, na temporada 2009/10, o capitão a levantar a taça foi Javier Zanetti. Já veterano, ele era o líder daquele time que conquistou a Tríplice Coroa, com os títulos também da Copa da Itália e Champions League. O técnico era José Mourinho, que se tornou uma lenda. Foram 11 anos até que o scudetto novamente tivesse as cores nerazzurri, desta vez com Samir Handanovic como capitão e Antonio Conte como técnico.

Atualmente vice-presidente da Inter, Javier Zanetti atribui os méritos pela conquista a Antonio Conte. O técnico tem a sua história ligada à Juventus, desde os tempos como jogador até virar técnico. Como jogador, defendeu o clube de 1991 até se aposentar, em 2004. Como técnico, dirigiu os bianconeri de 2011 a 2014. Assumiu a seleção italiana logo depois, levando o time às quartas de final da Eurocopa, e depois dirigiu o Chelsea. Assumiu o comando da Inter em 2019.

“Este título nasceu há dois anos, quando Antonio Conte e sua comissão técnica cruzou os portões da nossa casa, Apppiano Gentile”, escreveu o ídolo no Instagram. “Ele trouxe uma cultura de clube do mais alto nível. Eles começaram a transmitir uma grande mentalidade vencedora. Tudo o que eles fazem o dia todo é pensar em como podem melhorar a equipe”.

“O grupo seguiu um caminho incrível, com grande profissionalismo e superando algumas dificuldades. Eles sempre acreditaram no trabalho que fizeram juntos. O scudetto é mérito deles”, escreveu ainda o antigo capitão da Internazionale.

“Vocês escreveram uma nova, maravilhosa e importante página na história deste clube, fazendo milhões de torcedores felizes. Eles, os torcedores, nosso coração pulsante desde sempre: eles nunca nos abandonaram”.

“Técnico, comissão técnica, jogadores: como vice-presidente, eu sei o quanto é difícil chegar à linha de chegada. Por isso, eu quero agradecer do meu coração por me permitirem acompanhar vocês nesta gloriosa jornada. Ontem, hoje, amanhã, sempre e apenas FORZA INTER”.

A Inter já planeja o futuro e espera fazer mais na Champions League. Nas três últimas participações, o time caiu ainda na fase de grupos. Será preciso fazer mais e é preciso saber como será armado este time, algo que Antonio Conte e o presidente Steven Zhang já planejam. Além disso, é preciso saber se o grupo Suning venderá o clube, como planejava, ou ao menos conseguirá novos investidores, como consideram essencial para o futuro financeiro do clube, que vive uma crise.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo