Serie A

Entreguem a taça: é por isso que a Internazionale vai ser campeã da Serie A

Mesmo após sair atrás contra a Udinese, a Internazionale mostrou poder de reação para virar o jogo em sua linda trajetória na Serie A

Nesta segunda-feira (8), a Internazionale venceu a Udinese por 2 a 1, de virada, no Bluenergy Stadium, pela 31ª rodada da Serie A. Com o resultado, os Nerazzurri continuam líderes com sobras do campeonato com 82 pontos, 14 a mais que o vice-líder e rival Milan. Já as Zebrette ficaram na 15ª colocação com 28 pontos, apenas um acima da zona de rebaixamento para a segunda divisão italiana.

Não é de hoje, mas é verdade é que a taça da Serie A já deveria ser entregue à Inter. A Udinese quis ser a zebra (piada intencional com o mascote da equipe) da 31ª rodada, tanto que saiu na frente após uma rara falha dos visitantes. Entretanto, os Nerazzurri mostraram poder de reação e massacraram a defesa das Zebrette, sendo recompensados com a vitória. O scudetto é só questão de tempo.

Como foi Udinese x Internazionale pela Serie A

Como tem sido durante toda a temporada, a Internazionale não se intimidou por estar jogando fora de casa e começou o 1º tempo controlando as principais ações do jogo, principalmente com a posse de bola. A Udinese, por sua vez, se viu obrigada a jogar mais recuado (não que fosse ir para cima também), chegando a seu campo de ataque fez ou outra para tentar uma graça.

E essa foi a pegada da etapa inicial até a ida para o intervalo. Os Nerazzurri tentavam construir uma chance perigosa em seu último terço, mas quase sempre esbarrava na boa marcação das Zebrette. Contudo, parecia ser questão de tempo para a Inter de Milão abrir finalmente o placar. O problema é que o futebol é uma caixinha de surpresas, e a Udinese deu uma prova disso.

Em uma saída errada de bola errada de Çalhanoglu no meio-campo, as Zebrette aproveitaram para encaixar um contra-ataque rápido. Apesar disso, os Nerazzurri conseguiram voltar com velocidade para encaixar suas linhas.

Só que, com uma pitada de sorte, Samardzic arriscou uma finalização de fora da área. A bola desviou em Carlos Augusto, e caminhou devagarzinho em direção ao gol. Sommer falhou, já que poderia ter feito a defesa. Não importa, a Udinese castigou a Internazionale.

Isso não ia ficar barato

No 2º tempo, a Inter de Milão não ia deixar isso barato. A equipe não mudou sua postura e continuou pressionando a Udinese. E os Nerazzurri até chegaram a balançar as redes após cobrança de falta lateral. Entretanto, para a alegria das Zebrette, a arbitragem anulou o gol por impedimento. Mesmo assim, o roteiro já estava bem desenhado: o empate era só questão de tempo.

Na blitz da Internazionale, Thuram pulou para disputar uma bola pelo alto dentro da grande área quando Okoye (completamente perdido) foi tentar afastar com um soco, mas acabou acertando o atacante. O árbitro não teve dúvidas e apontou para a marca da cal. Çalhanoglu assumiu a responsabilidade e não decepcionou: bateu no cantinho para garantir o empate contra a Udinese.

Dali para frente, a Inter continuou massacrando a defesa da Udinese, que pouco podia fazer para ter melhor sorte na partida. E de tanto insistir, os Nerazzurri foram recompensados com um gol. Lautaro Martínez acertou uma bomba da entrada da área, sendo parado pela trave. No rebote, ninguém das Zebrette acompanhou Frattesi, que só teve o trabalho de empurra a bola para o gol vazio.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo