Serie A

Guia da Série A 2020/21 – Spezia

Este texto faz parte do guia da Serie A. Clique aqui para ver todos os clubes.

Cidade: La Spezia (Ligúria)
Estádio: Alberto Picco (10.336 lugares)
Fundação: 1906
Apelidos: Aquilotti, Bianchi, Bianconeri
Principais rivais: Genoa, Pisa, Carrarese e Lucchese
Participações na Serie A: nenhuma; estreante
Títulos: nenhum
Na última temporada: 3ª posição da Serie B; promovido após playoffs

Objetivo: escapar do rebaixamento
Brasileiros no elenco: Rafael
Técnico: Vincenzo Italiano (2ª temporada)
Destaque: Giulio Maggiore
Fique de olho: Roberto Piccoli

Principais chegadas: Jeroen Zoet (g, PSV Eindhoven), Ardian Ismajli (z, Hajduk Split) e Federico Mattiello (ld, Cagliari)

Principais saídas: Federico Ricci (mat, Sassuolo), Simone Scuffet (g, Udinese) e Antonino Ragusa (a, Verona)

Time-base (4-3-3): Zoet; Mattiello (Sala), Erlic, Ismajli, Marchizza; Bartolomei, M. Ricci, Maggiore; Mastinu, Galabinov, Gyasi.

Finalmente, Spezia. Nos últimos sete anos, o time bianconero chegou seis vezes ao playoff de acesso à Serie A e apenas em 2020 conseguirá estrear na competição, sendo o 68º clube diferente a disputá-la. No entanto, e precisará superar um histórico desfavorável: dos sete novatos no século XXI, somente três conseguiram a permanência no primeiro ano.

Quinto representante da Ligúria na elite (região que, pela primeira vez, terá três equipes na categoria ao mesmo tempo), o Spezia conta com algo que nenhuma outra agremiação tem: um scudetto honorário pela vitória no Campeonato da Alta Itália de 1944, durante a II Guerra Mundial.

Também conta com uma boa capacidade de investimentos, já que é uma das propriedades do bilionário ítalo-nigeriano Gabriele Volpi – também dono do Arzachena, da Serie D, e da Pro Recco, potência no polo aquático. Apesar disso, os aquilotti têm o plantel mais modesto da elite e um ataque que seria contestado mesmo na segundona.

Fazer gols tende a ser uma dificuldade para os aquilotti, mas, por outro lado, a diretoria vem montando um time interessante do meio para trás. Zoet é o nome mais conhecido do elenco, tem passagem pela seleção holandesa e irá liderar uma defesa com jovens de bom nível, como os laterais Mattiello, Sala e Marchizza, além dos zagueiros Erlic, Capradossi e Ismajli – este último, titular da Albânia.

Porém, os principais jogadores dos spezzini são os volantes Bartolomei e Maggiore, dotados de bastante intensidade e participação na construção ofensiva. O Spezia não demorou tanto a chegar na Serie A para passar vergonha: irá brigar para ficar.

.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo