Serie A

Fiorentina surpreende a Atalanta e mantém ascensão em jogo que só valia gol de pênalti

Artilheiro sérvio guarda dois e encaminha vitória em jogo complicado para a Viola em Bérgamo

Desde que Vincenzo Italiano chegou à Fiorentina, até parece que as flores estão mais coloridas, que a pizza tem um sabor diferente, que a água é mais limpa e o céu da Toscana é mais azul. Responsável por uma reformulação em uma equipe claudicante nos últimos anos, o treinador deu mais um motivo para a torcida confiar nele: uma bela vitória contra a Atalanta, por 2 a 1, em Bérgamo.

LEIA MAIS: Vieri: “Vlahovic é o melhor atacante na Europa depois de Haaland”

Falando assim parece que foi um baile, mas verdade seja dita, a Viola foi é bastante eficiente na sua missão de sustentar defensivamente o bombardeio vindo do lado da Atalanta de Gian Piero Gasperini, sensação da Serie A. Mais relevante que isso: três pênaltis foram marcados, o que nos leva à constatação bizarra de que estava proibido fazer gols com bola rolando nesta tarde no Gewiss Stadium.

A predisposição da Atalanta em ficar com a bola e colocar os adversários na parede se manifestou logo cedo, mas para o desgosto de Gasperini, aos 13 minutos, o gol de Berat Djimsiti foi anulado pelo VAR, que apareceu bastante ao longo da partida. Contra a Fiorentina, que soube se defender bem, a ideia da Atalanta não funcionou.

E aí, os pênaltis: Vlahovic é letal pelo ar e pelo chão, disso já sabemos, mas na marca penal, o sérvio também pune os goleiros. Foram dele os gols que pavimentaram o caminho da vitória da turma de Florença, aos 33 da primeira etapa (após revisão do VAR) e aos três da segunda. Assim mesmo, no seco, a Atalanta caía sem poder responder à sua maneira.

Aos 20 da etapa complementar, a arbitragem, com apoio do VAR, assinalou o terceiro pênalti da partida, convertido por Duván Zapata. À essa altura, se pudessem, os dois times paravam de correr e resolviam o jogo em uma disputa por penalidades. Quando se deu conta, Gasperini viu que seu favoritismo tinha ido por água abaixo. 

Boa notícia para a Viola, que, além de conseguir competir com os demais, está se acostumando com a parte de cima da tabela. Já são duas vitórias em três rodadas e mesmo a estreia, diante da Roma, não foi de todo ruim. 

A Atalanta, que tanto promete e segue se reforçando bem ano após ano, parou bem no meio do pelotão e segue irada sem vencer, já que empatou em 0 a 0 com o Bologna antes da pausa para a Data Fifa. Preocupa o resultado, sobretudo porque na terça-feira a Dea encara o Villarreal pela Liga dos Campeões. Talvez seja só aquele início ruim de um time que está apenas aquecendo as turbinas para uma arrancada. Essa tem sido a lógica ata

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo