Serie A

Chiellini defende mata-mata na Serie A: “Haveria mais suspense e imprevisibilidade”

Para o zagueiro da Juventus, colocar um mata-mata no fim da temporada tornaria a Serie A mais atraente para os torcedores

O zagueiro Giorgio Chiellini, de 37 anos, está prestes e encerrar o seu contrato com a Juventus, em junho. Ainda não se sabe o que ele pretende fazer, se continuará jogando ou se pendurará as chuteiras. A Juventus parece disposta a oferecer trabalho a ele depois que ele encerrar a carreira nos gramados e o defensor disse que pensa de fato em continuar trabalhando com futebol. Mais do que isso: ele tem ideias claras sobre o futebol italiano e defende até uma mudança bastante radical na Serie A: a introdução de playoffs, um mata-mata.

VEJA TAMBÉM: Chiellini defende Superliga e redução de clubes na Serie A: “Um jogador do nível da Juve quer jogar esses jogos”

“Enquanto você é jogador, você só está focado na sua carreira. Nunca pensei em nada mais”, afirmou o zagueiro em entrevista ao jornal La Stampa. “Obviamente, gostaria de começar um caminho para me tornar diretor no futuro, aproveitar ao máximo a experiência que ganhei ao longo da minha carreira e aplicar em um ambiente diferente”.

“Gostaria de focar no que está ao redor do gramado e tenho muito a estudar. Conheço bem este esporte, mas não é o suficiente para ter um cargo. Conheço tudo sobre Continassa [o centro de treinamento da Juventus], até mesmo onde há teias de aranha, mas só tenho uma vaga ideia do que acontece na sede”, explicou ainda o defensor.

O presidente da Juventus, Andrea Agnelli, disse recentemente que Chiellini tem espaço na Juventus depois que encerrar a carreira. O jogador parece que tem ideias bastante claras em relação ao estado atual do futebol italiano e que poderia agir nesse sentido.

“Temos que mudar as regras, a mentalidade geral. Há muito conservadorismo na Itália. No mundo dos negócios, eles fazem o que precisa ser feito, mas no futebol, toda mudança é vista como uma potencial ameaça”, afirmou o jogador.

“Pense sobre os estádios. Todo mundo sabe que precisamos de algo diferente, precisamos de estruturas que envolvam as famílias e as crianças para mantê-las perto do nosso mundo. Contudo, você não pode construir nenhum, com algumas exceções. Há sempre um empecilho burocrático ou alguém que atrapalha”, continuou Chiellini.

O defensor então falou sobre uma ideia que certamente mudaria muita coisa: a introdução de um mata-mata na temporada da Serie A. “O formato da Serie A precisa mudar. Por exemplo, haveria mais suspense e imprevisibilidade ao introduzir playoffs”, afirmou o zagueiro.

“Seria um evento extraordinário e iria atrair milhões de torcedores. Contudo, coisas novas são assustadoras e, no fim, nada acontece. O objetivo comum é manter viva esta paixão ou podemos perder uma enorme herança social”, continuou.

A Juventus conquistou nove títulos consecutivos na Serie A de 2011/12 até 2019/20. Foi só na temporada passada que a Internazionale conseguiu quebrar a sequência de títulos da Velha Senhora. Nesta temporada, o Milan lidera e a Inter ainda persegue o rival em busca do título.

VEJA TAMBÉM: Chiellini sobre mestrado: “Quando tive algum tempo livre, pensei: por que ficar só no Playstation?”

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo