Itália

Presidente do Torino aceita amistoso com a Chapecoense: “Diga o lugar”

Dois clubes distantes que se aproximaram “fraternamente” por uma tragédia devem se encontrar em campo para um amistoso beneficente. O presidente do Torino, Urbano Cairo, disse em entrevista ao Corriere dello Sport que sua equipe está em “máxima disponibilidade” para jogar contra a Chapecoense em um amistoso, com o objetivo de ajudar a reconstruir o clube catarinense, dizimado por um acidente aéreo na última terça-feira.

“Diga o lugar”, afirmou Cairo, ao jornal, em resposta à iniciativa dos amigos do Quattro Tratti, que foram atrás de veículos de imprensa nacionais e internacionais para divulgar essa ideia.

O Torino já havia feito suas homenagens na última terça-feira, com uma bonita nota oficial em que afirma estar “indissoluvelmente” unido à Chapecoense. Houve um minuto de silêncio no Estádio Olímpico, antes da partida contra o Pisa, pela Copa da Itália, na qual os jogadores atuaram com uma faixa preta, em sinal de luto. O clube de Turim venceu por 4 a 0, e os autores dos gols foram comedidos na comemoração.

Em 1949, voltando de uma excursão em Portugal, onde enfrentou o Benfica, o avião do Torino sofreu um acidente aéreo com 31 vítimas, incluindo quase todos os jogadores do melhor time da sua história.

Acompanhe toda nossa cobertura da tragédia da Chapecoense aqui.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo