Itália

Juan Jesus continua na Itália e defenderá o Napoli por uma temporada

Aos 30 anos, zagueiro deixou a Roma ao final do seu contrato e continua na Itália, onde volta a trabalhar com Luciano Spalletti

O zagueiro brasileiro Juan Jesus continuará na Itália nesta temporada. Após o fim do seu contrato com a Roma, em junho, o jogador acertou com o Napoli por uma temporada. Aos 30 anos, trabalhará com o técnico Luciano Spalletti, que o dirigiu na Roma. O clube terá a opção de renovação automática por uma temporada.

LEIA TAMBÉM: O Napoli de 1974/75: sob comando brasileiro, a ousadia que quase valeu o scudetto inédito

Formado na base do Internacional, Juan Jesus estava no elenco do Inter campeão da Libertadores, em 2010, mas só jogou uma partida na fase de grupos, contra o Deportivo Quito, quando foi titular. Esteve no Mundial sub-20 de 2011 pela seleção brasileira, na Colômbia. Foi titular da equipe que acabaria campeã contra Portugal. Vários jogadores daquele elenco se tornariam base da seleção principal, como Alex Sandro, Casemiro, Oscar, Coutinho e Allan, atualmente no Everton.

O sucesso daquele time fez com que Juan estivesse também na seleção olímpica do Brasil, comandada por Mano Menezes e que foi finalista em Londres 2012 e ficou com a medalha de prata. Teve também chances no time principal com o próprio Mano Menezes, que o convocou para amistosos pouco antes da Olimpíada de Londres e em jogos depois, ainda naquele ano. Chegou a ser convocado novamente em 2014, mas não jogou os amistosos contra Argentina e Japão, já sob o comando de Dunga. Foi a última vez que esteve no elenco da Seleção.

Imagem do anúncio de Juan Jesus no Napoli (divulgação)

Na Itália, a sua trajetória é irregular. Na Inter, parecia uma promessa, mas nunca se firmou. É o clube que mais defendeu na carreira até aqui, com 142 jogos. Ficou de 2012 a 2016 nos nerazzurri até ser emprestado à Roma em 2016. Ficou por lá em definitivo a partir do ano seguinte, com o pagamento de € 8 milhões. Nos giallorossi, também não foi um jogador constante. Foi mais um jogador de elenco do que um titular. Tanto que ao final do seu contrato, acabou não permanecendo no clube.

No Napoli, a tendência é que seja também um jogador para compor elenco, mais do que um titular. O grande nome do Napoli na posição é o senegalês Kalidou Koulibaly, também de 30 anos, que é desejado por muitos grandes clubes, mas o Napoli sempre fez jogo duro para negociar. Além dele, Konstantinos Manolas é um nome confiável. Juan chega para dar mais opções ao elenco.

LEIA TAMBÉM: Napoli está perto de fechar com a Giorgio Armani para ser fornecedora esportiva para temporada 2021/22

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo