Eliminatórias da CopaItália

Itália terá Tonali, Belotti e Immobile para jogos finais (e decisivos) das Eliminatórias da Copa do Mundo

A atual campeã europeia jogará um confronto direto decisivo contra a Suíça e depois enfrenta a Irlanda do Norte

O técnico Roberto Mancini divulgou nesta sexta-feira a lista de 28 convocados para os jogos decisivos da Itália na reta final das Eliminatórias da Copa do Mundo, com o retorno de Sandro Tonali e também dos atacantes Andrea Belotti e Ciro Immobile, que não participaram das semifinais da Liga das Nações.

O atacante do Torino estava afastado por problemas físicos na época do jogo contra a Espanha. Immobile chegou a ser chamado, mas foi cortado, também por lesão. Tonali não foi chamado por opção técnica e acaba sendo a principal novidade, ao lado do garoto Tommaso Pobega, meia de 22 anos do Torino que recebe sua primeira chance.

Cristiano Biraghi e Gianluca Mancini são os outros nomes convidados ao centro de treinamentos de Coverciano que não estavam no elenco da Liga das Nações. O ítalo-brasileiro Rafael Tolói e o Marco Verratti são desfalques por lesão. Moise Kean acabou ficando fora.

A Itália lidera o Grupo C das Eliminatórias no saldo de gols, empatada em 14 pontos com a Suíça. O confronto direto entre elas marcado para 12 de novembro no Estádio Olímpico de Roma pode ser decisivo. Os italianos ainda enfrentam a Irlanda do Norte, em Belfast, na rodada final.

A Suíça é a adversária que a Itália mais vezes enfrentou na história. A tetracampeã mundial leva vantagem, com 29 vitórias e 23 empates em 60 duelos. A última derrota italiana foi em 1993, em Berna. A última em seu território data de 1982 – 0 x 1 em Roma.

Confira os convocados:

Goleiros: Alessio Cragno (Cagliari), Gianluigi Donnarumma (PSG-FRA), Alex Meret (Napoli) e Salvatore Sirigu (Genoa)

Defensores: Francesco Acerbi (Lazio), Alessandro Bastoni (Inter), Cristiano Biraghi (Fiorentina), Leonardo Bonucci (Juventus), Davide Calabria (Milan), Giorgio Chiellini (Juventus), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Emerson Palmieri (Lyon-FRA), Gianluca Mancini (Roma)

Meias: Nicolò Barella (Inter), Bryan Cristante (Roma), Jorginho (Chelsea), Manuel Locatelli (Juventus), Lorenzo Pellegrini (Roma), Tommaso Pobega (Torino), Sandro Tonali (Milan) e Nicolò Zaniolo (Roma)

Atacantes: Andrea Belotti (Torino), Domenico Berardi (Sassuol), Federico Bernardeschi (Juventus), Federico Chiesa (Juventus), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli) e Giacomo Raspadori (Sassuolo)

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo