BrasilItália

O Dunga hardcore é contra a cartolagem e a favor do futebol-arte

A seleção brasileira tem seu novo velho técnico. Dunga se apresentou nesta terça, deu uma entrevista coletiva. Falou sobre algumas de suas ideias para a equipe, mas só saberemos se houve mudanças em relação a sua passagem anterior pelo Brasil (de 2006 a 2010) no primeiro amistoso, contra a Colômbia em Miami. Mas se depender das letras de thrashcore de Dunga, pode-se esperar coisas boas: muitos calcanhares e bicicletas, jogo bonito e combate aos cartolas.

FUTEBOL E MÚSICA: Transformaram a tabela da Bundesliga em cartaz de festival de rock e ficou demais

Bem, não é exatamente o Dunga técnico que compôs músicas com esse conteúdo. Foi Carlos Dunga, banda de Florença criada em 2006 que homenageia o ex-volante em seu nome. Eles têm várias letras com referências futebolística em um estilo musical que foi definido pelos integrantes como “thrash soccer punx” no Facebook.

Selecionamos duas músicas que podem apontar caminhos. Primeiro, “Brasil Campeão do Mundo” que fala o que a Carlos Dunga acha do futebol de verdade. Depois, “Persone di Serie B”, sobre como as pessoas são forçadas a seguirem um pensamento e se adequar a eles para se salvar. Vejamos nos próximos quatro anos se elas são realmente proféticas.

Brasil Campeão do Mundo

Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo

Come fa la gente a pensare che il calcio più bello sia quello italiano
Il calcio più bello e più emozionante è sicuramente il brasiliano

Colpi di tacco e rovesciate
Li fanno solo grandi giocate
Ogni partita è un’emozione 
E ci sarà un goal da grande campione

Dell’ultimo mondiale ci importa un cazzo
Noi odiamo la nazionale di merda
Miliardi di soldi, veline puttane, fanculo Coni e FIGC

Colpi di tacco e rovesciate
Li fanno solo grandi giocate
Ogni partita è un’emozione 
E ci sarà un goal da grande campione

Brasil campeão do mundo

Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo
Brasil campeão do mundo

Como as pessoas podem achar que o futebol mais bonito é o italiano
O futebol mais bonito e mais emocionante é certamente o brasileiro

Toque de calcanhar e bicicleta
Fazem apenas grandes jogadas
Cada partida é uma emoção
E haverá um gol de um grande campeão

Não me importa porra nenhuma a última Copa
Nós odiamos a seleção de merda
Milhões em dinheiro, vedetes prostitutas, tomar no cu Coni e FIGC

Toque de calcanhar e bicicleta
Fazem apenas grandes jogadas
Cada partida é uma emoção
E haverá um gol de um grande campeão

Brasil campeão do mundo

Obs.: Coni e FIGC = Comitê Olímpico Italiano e Federação Italiana de Futebol. “Veline” são mulheres bonitas usadas como apresentadoras de TV ou assistentes de palcos em programas com auditório

 

Persone di Serie B

Ancora una volta ci hanno messo i piedi in testa
Ci hanno chiuso gli occhi e poi costretti a guardare
Uno specchio che riflette il loro mondo perfetto

Contagiati dal pecato e senza redenzione
Parole come frecce ci reprimono ogni azione
Mentre i tuoi occhi piangono quando li aprirai

Noi siamo persone di Serie B
Chiuse in una gabbia cui han buttato via la chiave

Noi siamo di Serie B
Chiuse in una gabbia cui han buttato via la chiave
Noi siamo di Serie B
Condannati a una vita non nostra
Noi siamo di Serie B
Chiuse in una gabbia cui han buttato via la chiave
Noi siamo di Serie B
Condannati a una vita non nostra

Rimasti legati a vecchie convinzioni
Vediamo solo bianco e nero
Ci siamo scordati anche i colori
Spezziamo le catene della nostra mente

In questa burrasca ci offrono un riparo
Dietro lauta ricompensa ma con finti sorrisi
Adeguati e ti salverai
Ti salverai

Noi siamo di Serie B
Chiuse in una gabbia cui han buttato via la chiave
Noi siamo di Serie B
Condannati a una vita non nostra
Noi siamo di Serie B
Chiuse in una gabbia cui han buttato via la chiave
Noi siamo di Serie B
Condannati a una vita non nostra

 

Uma vez mais nos trataram mal
Fecharam nossos olhos e nos limitaram a olhar
Um espelho que reflete o mundo perfeito deles

Contagiados pelo pecado e sem redenção
Palavras como flechas que limitam qualquer ação
Enquanto seus olhos choram quando se abrem

Nós somos pessoas de Série B
Presos em uma jaula da qual jogaram fora as chaves

Nós somos de Série B
Presos em uma jaula da qual jogaram fora as chaves
Nós somos de Série B
Condenados a uma vida que não é nossa
Nós somos de Série B
Presos em uma jaula da qual jogaram fora as chaves
Nós somos de Série B
Condenados a uma vida que não é nossa

Continuaram ligados a velhas convicções
Vemos só branco e preto
Nós esquecemos até as cores
Rompemos as correntes da nossa mente

Nessa embarcação nos oferecem um conserto
Em troca de alta recompensa e com sorrisos falsos
Fique adequado e se salvará
Se salvará

Nós somos de Série B
Presos em uma jaula da qual jogaram fora as chaves
Nós somos de Série B
Condenados a uma vida que não é nossa
Nós somos de Série B
Presos em uma jaula da qual jogaram fora as chaves
Nós somos de Série B
Condenados a uma vida que não é nossa

 

 

Mostrar mais

Ubiratan Leal

Ubiratan Leal formou-se em jornalismo na PUC-SP. Está na Trivela desde 2005, passando por reportagem e edição em site e revista, pelas colunas de América Latina, Espanha, Brasil e Inglaterra. Atualmente, comenta futebol e beisebol na ESPN e é comandante-em-chefe do site Balipodo.com.br. Cria teorias complexas para tudo (até como ajeitar a feijoada no prato) é mais que lazer, é quase obsessão. Azar dos outros, que precisam aguentar e, agora, dos leitores da Trivela, que terão de lê-las.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo