Copa da Itália
Tendência

O primeiro gol de Chiesa desde a lesão – e uma pintura – tirou a Juventus do aperto contra o Monza

O atacante driblou dois adversários e bateu colocado da entrada da área para arrancar a vitória por 2 a 1 que coloca a Velha Senhora nas quartas de final

Depois de ser um dos destaques da Eurocopa, Federico Chiesa passou por momentos difíceis. Sofreu uma ruptura nos ligamentos cruzados do joelho em jogo contra a Roma em janeiro de 2022 e perdeu quase o ano inteiro. Retornou no começo de novembro, pouco antes da parada da Copa do Mundo. Ganhando uma sequência maior desde a retomada, conseguiu nesta quinta-feira fazer seu primeiro gol desde que voltou – e foi um golaço que garantiu à Juventus a vitória por 2 a 1 sobre o Monza nas oitavas de final da Copa da Itália.

Chiesa havia dado assistências contra Lazio e Udinese e reestreou como titular no último jogo da Juventus pelo Campeonato Italiano. Não foi uma experiência agradável porque a Velha Senhora levou 5 a 1 do Napoli. Retornou ao banco de reservas para enfrentar o Monza e entrou aos 16 minutos do segundo tempo no lugar de Matías Soulé. Aos 33, fez jogada individual partindo da esquerda antes de completar o seu golaço com um chute colocado.

Bem modificada e recheada de garotos, como Nicolò Fagioli, Fabio Miretti, Samuel Illing-Junior e Soulé, a Velha Senhora começou com tudo. McKennie se projetou pela direita, aos oito minutos, e cruzou com perfeição para Moise Kean desviar de cabeça. O Monza, porém, respondeu na mesma moeda. Andrea Colpani cobrou escanteio da direita, e Mattia Valoti se antecipou para empatar.

A partida seguiu com poucas chances claras e finalizações para os dois lados. Soulé arriscou de longe para boa defesa de Alessio Cragno, ainda no primeiro tempo. O goleiro do Monza também saiu bem do gol para aproveitar a hesitação de Kean na hora de finalizar, após bom passe de Danilo. Os visitantes tiveram mais posse de bola – 61% -, mas não criava muita coisa.

A Juventus achou que havia marcado, aos 30 minutos, com Kean, mas ele estava impedido. Dois minutos depois, marcou de fato. Chiesa começou colado na linha lateral. Botou na frente de Valentin Antov e se recusou a cair, mesmo tendo sua camisa puxada. Começou a centralizar e também fintou Filippo Ranocchia. Da entrada da área, bateu colocado no outro canto, para colocar a Juventus nas quartas de final contra a Lazio.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo