Copa da Itália

Italiano: “Tentaremos evitar cometer os mesmos erros que vimos nesta noite na final da Conference League”

Vincenzo Italiano elogiou a entrega da Fiorentina no jogo contra a Inter e disse que o time precisará melhorar em alguns pontos para a final continental no começo do próximo mês

A Fiorentina ficou devastada com a derrota para a Inter na final da Copa da Itália, nesta quarta-feira, por 2 a 1 em Roma. Apesar disso, o técnico Vincenzo Italiano elogiou a atuação do time pela sua determinação e o espírito que a equipe mostrou diante de uma Inter que é muito forte. Mais do que isso: o técnico alertou que o time não pode cometer os erros que cometeu nesta decisão na final da Conference League, contra o West Ham.

“Começamos muito fortes, mesmo criando muitas chances depois de abrir o placar, mas então permitimos à Inter um contra-ataque que era evitável no 1 a 1”, analisou o treinador da Fiorentina ao Mediaset. “Quando estamos jogando contra um finalista da Champions League, um vencedor da Copa do Mundo como Lautaro Martínez, e ele criou o segundo gol do nada”.

“No segundo tempo nós fizemos tudo, criamos muitas chances de marcar e criamos grandes problemas para a Inter. É uma pena, saímos lamentando porque acho que jogamos no mesmo nível de um time fantástico da Inter”, ponderou Italiano. “É decepcionante, mas temos outra final para nos prepararmos e dois jogos da Serie A, então não podemos desistir agora, temos que continuar concentrados”.

“Estamos acostumados a deixar de lado as decepções e voltar aos trilhos. Eu digo aos rapazes que quando você luta com coração e suor pela camisa, você nunca perde de verdade. Então tiramos o chapéu para a Inter, eles levantaram o troféu”, disse ainda o técnico da Fiorentina.

Foi a primeira final da Fiorentina desde a Copa da Itália de 2014, quando a equipe Viola perdeu a final desta mesma Copa da Itália para o Napoli. Nesta temporada, além da final da Copa da Itália, a Fiorentina decide a Conference League contra o West Ham no dia 7 de junho, em Praga.

“Tentaremos evitar cometer os mesmos erros que vimos nesta noite, porque essa final também é uma partida única contra um time de qualidade. Mas se jogarmos com o mesmo espírito que vimos nesta noite, acho que podemos causar problemas aos nossos adversários”, declarou Italiano.

“Quando é uma partida única, você pode ser punido no primeiro erro. Nós permitimos à Inter praticamente nada até o empate, então perdemos nossa unidade por 15 minutos e eles aproveitaram ao máximo isso. Detalhes são cruciais neste nível, a marcação, a qualidade que esses jogadores têm permitiram a eles levantar o troféu. Criamos as chances hoje, mas não fomos preciso nem tivemos tranquilidade em frente ao gol como a Inter”, explicou o treinador.

O atacante Luka Jovic, que entrou no segundo tempo, teve ao menos duas chances claríssimas para marcar, mas não conseguiu colocar a bola na rede. Samir Handanovic fez defesas importantes que impediram o gol da Fiorentina. “Não acho que a Fiorentina ficou nem um pouco constrangida hoje, foi o contrário. Dei parabéns aos rapazes, eles merecem isso pelo espírito e determinação deles. Nós todos teríamos dado sei lá o que para levantar esse troféu, mas não conseguimos”.

A Fiorentina volta a campo no fim de semana diante da Roma, no sábado, antes de enfrentar o Sassuolo, na rodada final da Serie A. Depois, no dia 7 de junho, joga contra o West Ham em Praga, na final da Conference League. A Fiorentina tentará ser o segundo italiano a conquistar o título, depois da Roma ficar com a taça na primeira edição do torneio na temporada passada.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo