Itália

Convocação, título e elogios da imprensa: a coroação do excelente momento de Éderson

Presente na lista brasileira para Copa América, volante da Atalanta foi peça importante no título da Liga Europa

Desportivo Brasil, Cruzeiro, Corinthians, Fortaleza e Salernitana. Éderson percorreu um longo caminho até chegar na Atalanta, seu clube atual. E como valeu a pena. De contestado no Brasil à peça fundamental do time de Bérgamo. O jogador de 24 anos atravessa o melhor momento da carreira e foi ‘recompensado’ por isso nos últimos dias.

Domingo (20), Éderson recebeu sua primeira convocação à Seleção Brasileira principal. O ex-Corinthians foi chamado pelo técnico Dorival Júnior e defenderá a Canarinho na Copa América. Três dias depois, ajudou a Atalanta a alcançar feito inédito. La Dea bateu o excelente Bayer Leverkusen de Xabi Alonso, por 3 a 0, e se sagrou campeã da Liga Europa — o maior título da história do clube.

Autor dos três gols, Ademola Lookman foi o grande destaque da Atalanta na decisão continental. Mas nem mesmo o recital do atacante inglês-nigeriano em Dublin fez com que a imprensa europeia esquecesse de Éderson. O volante brasileiro recebeu muitos elogios do jornal Gazzetta dello Sport e do canal Sport Mediaset, ambos da Itália. Já periódico AS, da Espanha, destacou as valências do camisa 13 e sua importância para a equipe comandada por Gian Piero Gasperini.

— O brasileiro combina consistência desde o início da temporada com um físico privilegiado que lhe permite percorrer muitos metros em alta intensidade ao longo dos 90 minutos. Um jogador comprometido, que não brilha tanto com a bola, mas que serve como aquela cola necessária em um bloco disposto a brigar por campeonatos — elogiou o As.

As primeiras palavras de Éderson pós-título

Em entrevista ao canal Sky Sports, da Itália, Éderson falou sobre seu atual momento e não escondeu a alegria com os feitos atingidos nesta semana. O volante disse ter trabalhado duro para alcançar uma vaga na seleção e celebrou o triunfo histórico da Atalanta sobre o Bayer Leverkusen, na final da Liga Europa. 

— Estou muito feliz por ter sido convocado para a Seleção, trabalhei muito nisso. Agora a Liga Europa… É uma coisa incrível, fizemos partidas impressionantes. Sabíamos da força do Bayer, mas chegamos com a mentalidade de ser agressivos, demos tudo em campo e estamos muito felizes. É algo que não se descreve em palavras, nos tornamos imortais — disse Éderson.

Éderson vive a temporada mais artilheira da carreira. Ao todo, disputou 52 jogos, marcou sete gols e concedeu uma assistência em 2023/24. Apesar da evolução ofensiva, marcação forte e desarmes precisos seguem sendo o carro-chefe do jogo do volante.

Carreira de Éderson

  • Natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Éderson foi revelado nas categorias de base do Desportivo Brasil, de Porto Feliz, São Paulo;
  • Em 2015, foi emprestado ao Shandong Luneng, da China, mas não chegou a atuar pelo time principal;
  • Emprestado ao Cruzeiro em julho de 2018, Éderson, a princípio, deveria fazer parte do sub-20 do clube. Mas impressionou o técnico Mano Menezes nos treinos e ganhou oportunidade no time principal;
  • Apesar da campanha desastrosa do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro 2019 — que levou o clube a um inédito rebaixamento, Éderson foi um dos melhores jogadores da equipe;
  • Após briga na justiça por salários atrasados, o volante deixou o Cruzeiro e reforçou o Corinthians;
  • Éderson jogou apenas uma temporada no Timão. Em fevereiro de 2021, acertou com o Fortaleza, que o contratou por empréstimo de um ano;
  • Jogando pelo Leão do Pici em 2021, Éderson se destacou e chamou atenção da Salernitana, que o comprou em janeiro de 2022;
  • Foram apenas seis meses e 15 jogos com a camisa da equipe de Salerno. O suficiente para convencer a Atalanta. La Dea pagou 15 milhões de euros pelo volante brasileiro, que vem justificando o investimento em campo.

Quando Éderson se juntará à Seleção Brasileira?

Éderson se junta à Seleção Brasileira a partir da próxima quinta-feira (30), nos Estados Unidos, para o início da preparação da Copa América. A Canarinho faz parte do Grupo D da competição, que ainda conta com Colômbia, Paraguai e Costa Rica. Os comandados de Dorival Júnior estreiam contra os costarriquenhos, dia 24 de junho, às 22h (horário de Brasília), no SoFi Stadium, em Los Angeles.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo