O município de Nápoles oficialmente anunciou que o Estádio San Paolo irá, de hoje em diante, ser nomeado Diego Armando Maradona. A homenagem já tinha sido citada pelo prefeito da cidade da Campanha, Luigi de Magistris, desde o dia da morte do argentino, no dia 25 de novembro. O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, concordou com a ideia em uma carta direcionada ao ídolo.

LEIA TAMBÉM: Cenas de dor, pesar e subversão: a Argentina dá adeus a Diego Maradona

Na terça-feira, 1 de dezembro, o prefeito já tinha declarado que a partir do próximo jogo o estádio já receberia o novo nome. Maradona morreu em um ataque cardíaco e foi homenageado em todo o mundo. No Napoli, conquistou duas vezes a Serie A italiana, além de uma Copa da Itália, uma Copa da Uefa e uma Supercopa da Itália. É também o terceiro maior artilheiro do clube, com 115 jogos, atrás de Dries Mertens (130) e Marek Hamsik (121).

“Com a resolução aprovada hoje, o estádio foi nomeado em tributo a Diego Armando Maradona”, diz um comunicado do município. “A resolução proposta pelo prefeito Luigi de Magistris, pelo Conselho para Toponímia, Alessandre Clemente, e assinada por toda a câmara municipal, que se reuniu no Palazzo San Giacomo”.

“Pouco antes da reunião do Comitê Executivo, a Comissão Consultiva de Toponomia da Cidade aprovou a proposta do prefeito, do conselheiro para Toponomia, Alessandra Clemente, e da prefeitura, ao nomear o Estádio San Paolo em homenagem a Diego Armando Maradona com o seu nome, Diego Armando Maradona”, diz ainda o comunicado.

CLIQUE NA FOTO PARA VER UMA GALERIA DE FOTOS DE MARADONA

Maradona e a imortalidade - Foto: Imago/Pressefoto Baumann / One Football
Maradona e a imortalidade – Foto: Imago/Pressefoto Baumann / One Football

O estádio San Paolo, agora Diego Armando Maradona, é o terceiro maior da Itália, com capacidade para 54.726 pessoas. Fica atrás apenas de San Siro, em Milão, que comporta 78.275 pessoas, e do Estádio Olímpico, em Roma, com 70.634 lugares.

Inicialmente, era chamado de Stadio del Sole e também chamado de Fuorigrotta, em referência ao local onde está construído. Desde 1963 é chamado de Estádio San Paolo, como referência à tradição que o apóstolo Paulo teria chegado à Itália pela região de Fuorigrotta.