Itália

Bom mercado é essencial no começo perfeito da Roma

Seis vitórias em seis jogos. A Roma não poderia ter começado melhor o Campeonato Italiano. O time sofreu apenas um gol na Serie A e marcou 17. É o ataque mais produtivo e a defesa menos vazada. Além da organização em campo imposta pelo técnico Rudi Garcia, os torcedores têm que agradecer também a atuação do francês no mercado de transferências.

A Roma gastou € 66 milhões e fez boas compras. As contratações fizeram 9 desses 17 gols. Adem Ljajic, ex-Fiorentina, e Gervinho, ex-Arsenal, lideram a tabela de artilharia da equipe com três cada. O zagueiro Mehdi Benatia, ex-Udinese, marcou dois, e Kevin Strootman, ex-PSV, um.

Esses jogadores estão suprindo bem a ausência dos dois principais artilheiros da última temporada. O argentino Pablo Osvaldo fez 17 gols, mas foi negociado com o Southampton por € 15 milhões. Erik Lamela, compatriota de Osvaldo, marcou 12 e foi vendido para o Tottenham, por € 30 milhões.

Contra o Bologna, neste domingo, a Roma voltou a golear – 5 a 0 -, como nas épocas em que era treinada por Luis Enrique e Zdenek Zeman, mas, muito menos suicida, Rudi Garcia também consegue implementar uma consistência defensiva e o melhor início de Campeonato Italiano do clube pode perdurar por mais algumas rodadas.

 

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo