Fiscalize Catar 2022FrançaItáliaMundo

Amistoso entre Inter e PSG só serviu pra fazer propaganda do Catar

Estamos bem no meio da temporada europeia, Internazionale e Paris Saint-Germain estiveram em Doha, no Catar, para jogar um amistoso neste dia 30 de dezembro. Esportivamente, o amistoso é legal de ver, embora, em campo, o jogo não tenha correspondido muito à expectativa. A vitória por 1 a 0 do PSG veio sem muito esforço. Pouco serviu em campo para observação dos técnicos. Mas serviu bem ao Catar. Os técnicos e jogadores elogiaram muito as estruturas do país, que é sede da Copa do Mundo de 2022. Alguns, como Verratti, chegaram a parabenizar o país pela preparação ao Mundial.

LEIA TAMBÉM: Blatter diz que Copa de 2022 era para ser nos EUA e Platini provocou escândalo da Fifa

O único gol do jogo saiu no final do primeiro tempo, quando ainda tinha um jogo. Os franceses foram superiores a maior parte da etapa inicial, criando mais chances. Uma delas, com Verratti, a bola bateu na trave, no chão, e não entrou. Ibrahimovic, que esteve em campo, não fez muita coisa. Pelo lado da Inter, Jovetic, principal jogador do time na temporada, também não brilhou. Icardi ficou fora do jogo, machucado.

O segundo tempo, porém, teve muitas alterações, o que tornou o jogo muito menos atraente, mais embolado e com menos chances. Lucas entrou no jogo e ainda tentou algumas jogadas, sempre usando a sua grande habilidade e velocidade. Foi o destaque de um segundo tempo disputado em ritmo mais lento e cheio de jogadores reservas que foram entrando, pouco a pouco.

No fim, vitória do PSG em um jogo que valeu pouco. O que o Catar queria, porém, conseguiu: fazer propaganda. E conseguiu, na boca dos jogadores e técnicos, ganhar elogios à sua preparação. Em um ano que a Fifa foi aterrorizada com o Fifagate, inclusive com denúncias que envolvem diretamente os dirigentes que levaram a Copa do Mundo ao catar em 2022, o país tenta, de todos os modos, mostrar que se prepara bem para o principal evento de esporte do mundo. Tudo isso apesar das denúncias de compras de voto, trabalho escravo e tudo mais.

LEIA TAMBÉM: Tudo que a Trivela já publicou sobre a Copa do Mundo de 2022

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo