Inglaterra

Você nem imaginava que Arsène Wenger é fã do Bob Marley

A classe francesa, respostas duras, reclamações e tudo que compõe a figura pública de Arsène Wenger não permitem que conheçamos a verdadeira personalidade do técnico do Arsenal, segundo ele próprio entrevista ao Le Parisien. Afirmou que tem consciência de que passa a imagem de uma pessoa enfezada para o público, por causa do stress do seu trabalho, e que no ambiente familiar gosta de dar risada e deixar o seu lado humorístico tomar as rédeas da situação.

LEIA MAIS: Que tal uma briga entre Wenger x Mourinho em versão Street Fighter?

Antes de perdermos totalmente a concentração tentando imaginar o lado humorístico de Wenger, o francês afirmou que não pode mostrar quem realmente é diante da imprensa, porque isso pode “rapidamente causar um dano irreparável” e está mais interessado em controlar a sua imagem.

O que foi um inconveniente para nós, que descobrimos apenas agora que Wenger é fã do Bob Marley. “Eu amo a sua música e o homem que ele era. Ele não foi fabricado. Era real. Eu amo pessoas que não tem trajetórias convencionais e se destacam pelo talento”, disse. Mencionou que também gosta da comédia de Raymond Devos e Pierre Desproges, dois humoristas franceses.

Wenger finalizou afirmando que dificilmente conseguirá treinar outro clube, quando deixar o Arsenal. Tem 66 anos e mais uma temporada e meia de contrato pela frente. “Vamos ver o que vai acontecer. Um pequeno passo depois de outro. É isso que eu gosto de operar neste momento”, encerrou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo