Inglaterra

[Vídeo] De férias, Arsène Wenger mostrou habilidade para levantar a bola

Em meio às especulações de mercado, com torcedores ansiosos e roendo as unhas pensando nas contratações que seus times vão fazer, técnicos e jogadores estão de férias. Bom, os técnicos menos, porque estão trabalhando para formar os elencos que entraram em campo. Alguns terão uma grande dor de cabeça, como Arsène Wenger. Pela primeira vez ora da Champions League em 19 anos, o treinador procura reforços. O mais recente especulado é o francês Alexandre Lacazette, do Lyon. mas o que chamou a atenção foi um vídeo com o comandante dos Gunners mostrando habilidade.

LEIA TAMBÉM: Wenger apoia o VAR e lembra que o Arsenal poderia vencer a Champions de 2006 com o recurso

Com um contrato de mais dois anos com o Arsenal, Wenger está sorridente. Mas a pressão será grande sobre o técnico. A sua atuação no mercado, sempre muito criticada, será mais uma vez colocada em xeque nesta janela. Mas, enquanto isso, o treinador mostra um pouco da sua habilidade com a bola nos pés. Sim, com a bola nos pés.

Wenger foi jogador de futebol e jogou de 1969 a 1981, atuando por Mutzig, Mulhouse e Strasbourg. Não foi um jogador de destaque e estudou muito para aprender inglês cedo e tirar suas licenças como treinador. Desde 1984, quando assumiu o Nancy, sua carreira teve grandes momentos como técnico. Em 1987 foi para o Monaco, onde ficou até 1994. Treinou o Nagoya Grampus entre 1995 e 1996, até que recebeu a proposta do Arsenal. Assumiu em outubro daquele ano e está no cargo até hoje.

Wenger precisará mostrar bem mais habilidade no mercado do que mostra no vídeo abaixo para ter sucesso na temporada pelo Arsenal:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo