Inglaterra

Torcedor inglês quebrou o teto comemorando, e autor do gol prometeu pagar a reforma

O Ipswich Town saiu perdendo para o Norwich, no primeiro jogo das semifinais dos playoffs da segunda divisão inglesa, mas Paul Anderson empatou o jogo, que mantém o clube vivo na briga por uma vaga na decisão, em Wembley, e para o acesso à Premier League. Um torcedor, em especial, ficou tão feliz que consegui a façanha de quebrar o teto do seu apartamento ao pular e socar o ar para comemorar.

LEIA MAIS: Há 30 anos, incêndio tomava o estádio do Bradford, e história ainda rende novos capítulos

Ross Morgan, um vendedor de 25 anos de Wetherby, tirou uma foto dos danos que causou ao teto e enviou para Anderson no Twitter, segundo ele, apenas para brincar. A resposta do jogador foi a seguinte: “Me fala quanto custa para consertar que eu pago, amigo”. Não precisa, seu Anderson, eu estava apenas brincando, você merece o dinheiro que recebeu por aquele gol, foi mais ou menos a resposta. “Sério, me fala quanto foi. A culpa foi minha haha”, respondeu Anderson.

O teto quebrado no apartamento de Morgan
O teto quebrado no apartamento de Morgan

Já que ele insiste, Morgan vai enviar a conta da reforma do seu apartamento. “Eu não estava muito feliz porque eles (o Norwich) tinham acabado de marcar, mas quando Ando empatou eu perdi a cabeça. Eu fui socar o ar pulando ao mesmo tempo. Quando eu me toquei, tinha quebrado o teto”, disse à BBC. Semana que vem, o Ipswich precisa vencer fora de casa para garantir vaga na final. “Talvez eu jogue a televisão pela janela. Adoraria ir a Wembley”, completou.

E se conseguir, Morgan já prepara o bolso. “O que eu vou quebrar semana que vem quando você marcar”, perguntou Morgan ao novo mecenas dos seus ataques de alegria. “O que você quiser, mas nada muito caro, por favor”, respondeu Anderson, afinal, jogadores da segunda divisão inglesa não são tão ricos assim.

A troca de tuítes entre os dois
A troca de tuítes entre os dois

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo