Inglaterra

Torcedor do Everton é banido do futebol por três anos por ofensas antissemitas

Michael Campbell, de 44 anos, fez ofensas antissemitas contra o Tottenham, foi multado e está proibido de frequentar qualquer jogo de futebol por três anos

Um torcedor do Everton foi identificado e punido por cantos antissemitas. Michael Campbell, de 44 anos, foi banido por três anos de frequentar qualquer jogo de futebol por fazer ofensas antissemitas contra torcedor do Tottenham no jogo entre os dois clubes no dia 7 de novembro de 2021.

VEJA TAMBÉM:
Everton anuncia a demissão de Rafa Benítez, uma aposta de alto risco que não funcionou
Gerrard: “Fiquei chocado que Rafa Benítez aceitou ser técnico do Everton”
Everton escolhe Duncan Ferguson interino enquanto busca um novo técnico

Campbell foi identificado por testemunhas, foi preso e acusado, depois de investigação conduzida com colaboração do Everton. Ele foi a julgamento neste dia 20 de janeiro e foi banido de frequentar qualquer jogo regulador de futebol durante três anos, além de pagar uma multa e custos do processo.

Segundo o Everton, o incidente acontecer no setor Sir Philip Carter Park End, quase na divisa com os torcedores visitantes. O acusado fez repetidas ofensas antissemitas aos torcedores do Tottenham, um clube que tem origem ligada a judeus.

“Ainda que o comportamento deste indivíduo não represente nossa apaixonada torcida ou os valores deste clube de futebol, lelés não serão tolerados ou bem-vindos no Goodison Park. O Everton é um clube de futebol que celebra a diversidade de todos os torcedores de futebol, jogadores e comissão técnica”.

“Crimes de ódio em todas as suas formas simplesmente não serão tolerados e espero que este resultado mande uma mensagem clara a qualquer pessoa encontrada cometendo crimes de ódio em qualquer lugar de Merseyside será levada à Justiça”, afirmou o investigador Steven O’Neill. “Campbell agora terá ficha criminal e as consequências disso no futuro podem se mostrar significativas”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo