InglaterraPremier League

Suárez faz bem em não recorrer da suspensão

O atacante Luis Suárez decidiu não recorrer da suspensão de 10 jogos que recebeu da Football Association (FA) por ter mordido Branislav Ivanovic, do Chelsea, em partida pelo Campeonato Inglês. O prazo se esgotou e o jogador não já mais pelo Liverpool nesta temporada.

A Comissão Regulatória Independente, formada por três pessoas, decidiu que a suspensão de três jogos, aplicada àqueles jogadores que recebem o cartão vermelho direto em uma partida, seria insuficiente no caso de Suárez. A FA diz que irá publicar as razões por escrito da punição dada ao uruguaio.

A punição foi pesada demais. Considerando que a FA deu oito jogo de suspensão por racismo no caso do próprio Suárez e quatro jogos no caso de Terry, o jogador recebeu uma punição que foi ainda maior – e é claro que o ato de racismo é mais grave que uma mordida. O problema é que como Suárez tem se envolvido em problemas disciplinares desse tipo há algum tempo, é melhor que ele não recorra da decisão. Pode parecer uma tentativa de escapar da punição, ainda que ela tenha sido pesada demais. É melhor para ele que esse caso acabe logo e não tenha mais nenhuma repercussão negativa.

Suárez tem se mostrado um craque em campo. É o melhor jogador do Liverpool na temporada e tem ido bem desde que foi contratado. Nesta temporada, Suárez fez 23 gols e perdeu a liderança da artilharia para Robin van Persie, que chegou a 24 gols com os três que marcou no fim de semana passado. Mas Van Persie tem jogado em um time mais bem arrumado que o Liverpool, mais experiente. Os Reds ainda estão em um momento de transição, com jogadores jovens que não se afirmaram tão rapidamente quanto se esperava. Mas é um time que pode melhorar e Suárez será importante para isso. Claro, se continuar no clube – a excelente temporada fez as especulações sobre a sua saída aumentarem. O jogador emitiu um comunicado sobre o caso:

“Eu peço desculpas pelo que incidente com Branislav Ivanovic. Eu espero que todas as pessoas que eu ofendi em Anfield no domingo passado me perdoem e eu novamente repito minhas desculpas pessoais a Branislav.

Eu sei que todas as coisas que estão acontecendo comigo na Inglaterra irá me ajudar a melhorar minha conduta em campo. Neste momento, eu apenas quero focar em me tornar um jogador de futebol melhor dentro e fora de campo.

Eu gostaria de explicar a todos que eu decidi aceitar a punição porque enquanto 10 jogos é claramente maior do que as suspensões dadas no passado a casos onde os jogadores ficaram de fato seriamente machucados, eu sei que minhas ações não foram aceitáveis no campo de futebol e eu não quero dar a impressão errada às pessoas ao recorrer.

Eu realmente quero aprender do que aconteceu nos últimos dois anos e meio, muitas vezes foram ditas e escritas sobre mim, eu apenas tentei dar o meu melhor em campo. Eu espero voltar a jogar rapidamente”

O jogador começa a cumprir a pena neste fim de semana, no jogo contra o Newcastle, pelo Campeonato Inglês. O jogador ficará fora do time até o fim da temporada, que terá quatro rodadas até o fim desta temporada e ainda terá que cumprir os outros seis jogos no início da próxima temporada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo