Inglaterra

Solskjaer elogia trabalho social de Rashford, mas diz que “talvez seja a hora de ele priorizar o futebol”

Segundo o técnico, Rashford está entrando na “melhor idade” para um jogador de futebol e precisa focar em sua profissão principal

Ole Gunnar Solskjaer, técnico do Manchester United, reconheceu o “fantástico” trabalho que Marcus Rashford realiza fora do campo, com campanhas para garantir comida a crianças que forçaram o governo britânico a recuar duas vezes, mas afirmou que talvez tenha chegado a hora de o atacante de 23 anos priorizar a sua profissão como jogador de futebol.

Rashford, que ganhou a condecoração de Membro do Império Britânico e o título honoris causa da Universidade de Manchester pelos seus trabalhos sociais, não atingiu seu melhor desempenho na última temporada, com uma lesão recorrente no ombro. Terminou a Eurocopa perdendo um dos pênaltis que custou o título à Inglaterra e que o tornou alvo de ofensas racistas. Decidiu operar o ombro antes de a temporada começar. Foi relacionado pela primeira vez para o jogo do Manchester United contra o Leicester no próximo sábado.

“Eu sei que veremos o melhor do Marcus nos próximos anos. Ele fez coisas incríveis ainda tão jovem, mas agora está entrando na melhor idade para um jogador e tem mais experiência. Ele teve tempo para refletir. Vocês sabem o que ele fez fora de campo também, porque ele fez algumas coisas fantásticas, e agora priorizar, talvez ele (precise) priorizar seu futebol e focar no futebol porque ele tem um desafio nas mãos aqui no Manchester United e tem um desafio na seleção inglesa”, afirmou o técnico do United.

“Eu acho que o Marcus é um daqueles que encaram esses desafios. Ele se expressará e expressará seu talento e ele sabe que queremos muito dele, mas vamos lhe dar tempo para voltar ao que ele era e o que ele pode ser”, completou.

Recuperado da cirurgia, e com alguns meses para descansar a cabeça, Rashford está parecendo “renovado e disposto”, segundo Solskjaer. “Ele ficou um pouco mais forte, algum músculo. Claro que ele teve que segurar muita responsabilidade para nós porque tivemos lesões e, tão jovem, ele fez muita coisa pelo time e muita coisa fora de campo também”, disse.

“O tempo afastado foi um tempo para talvez focar em si mesmo e, não quero dizer voltar a ser ele mesmo, mas Rashford correndo com aquele entusiasmo, sem precisar assumir tanta responsabilidade, é legal de ver. Ele retorna a um time diferente. Ele tem Sancho aqui, o crescimento de Greenwood, Cristiano Ronaldo está aqui”, acrescentou.

Antes da Data Fifa, o Manchester United estava em uma sequência ruim de jogos, com derrotas para Young Boys, West Ham (na Copa da Liga Inglesa) e Aston Villa. Mesmo as vitórias não foram muito empolgantes. Raphaël Varane ficará algumas semanas afastado por lesão. Harry Maguire também está com problemas físicos.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo