Inglaterra

Shevchenko reage a críticas

Andriy Shevchenko se irritou com as insinuações de que seria o principal responsável pelos atritos entre o técnico José Mourinho e a diretoria do Chelsea. Em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo diário The Times, o atacante também se defendeu das acusações de ser um ‘espião’de Roman Abramovich, dono dos Blues.

“Sou um bode expiatório para coisas que nada tem a ver comigo. Meu contrato tem duração de quatro anos. Estou aqui e permanecerei aqui; continuarei a trabalhar para seguir na equipe. Tenho sido atacado por todos os lados, mas pretendo continuar. Não sou uma pessoa que desiste na primeira dificuldade. Apenas quero me manter fora de assuntos políticos”, afirmou.

O ucraniano tem sido alvo de diversas críticas por não conseguir repetir no Chelsea o mesmo desempenho de quando atuava no Milan. Contratação mais cara da temporada (os Blues pagaram chr(128) 44,5 milhões por ele), Shevchenko marcou apenas seis gols em 29 partidas.

Shevchenko reagiu aos boatos de que seria uma espécie de ‘espião’ de Abramovich, e relatasse ao dono do clube detalhes do que acontece nos vestiários do clube. “Estes rumores são mentira. Muitas coisas ditas sobre mim não são verdadeiras, e isso feriu tanto a mim como a minha família. Sou um jogador, não um político. Meu trabalho é jogar, e tenho feito isso desde quando tinha nove anos. As pessoas estão passando dos limites naquilo que dizem”, afirmou.

Ele também comentou sobre o fato de ter ficado no banco nas últimas partidas. “Se Mourinho decidir que não sou capaz [de começar jogando], apenas tenho que trabalhar mais duro. Não importa o que eu penso”, concluiu.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo