InglaterraPremier League

Será que dá? Mancini ainda acredita em milagre na EPL

O Manchester City aparece 12 pontos atrás do Manchester United na tabela da Premier League. E, apesar da diferença parecer irreversível, Roberto Mancini ainda acredita na possibilidade do bicampeonato. O treinador exaltou a importância da vitória sobre o Aston Villa nesta segunda-feira e indicou que, a partir de agora, os Citizens precisam conquistar todos os pontos disputados nas últimas dez rodadas.

“Precisamos ganhar todas as 10 partidas. Foi realmente importante vencer esse jogo. Para nós, é importante permanecer 12 pontos atrás do Manchester United, porque você nunca pode nunca quando ainda restam 10 rodadas. O campeonato ainda não está finalizado”, afirmou.

Já eliminados na Copa da Inglaterra, os Citizens se concentram agora apenas na Premier League. Entre os principais adversários nas próximas rodadas estão o Manchester United, em Old Trafford; o Tottenham, em White Hart Lane; o Everton, em Goodison Park; e o Swansea City, no Liberty Stadium.

Mancini também lamentou os pontos desperdiçados pelo City em partidas contra QPR, West Ham e Chelsea: “Nós tivemos alguns jogos fora de casa que merecemos vencer, mas perdemos duas ou três chances de marcar. Mas algumas vezes é suficiente ganhar por 1 a 0, como nesta noite, lutando por todas as bolas”.

Até o momento, o Manchester United desperdiçou apenas 13 pontos na Premier League, acumulando duas derrotas e três empates. Já os Citizens sofreram três derrotas e oito empates, perdendo 25 pontos. Um desses tropeços foi exatamente contra os Red Devils, encerrando invencibilidade 36 jogos da equipe no Etihad Stadium pela liga.

Desde que a Premier League foi criada, duas vezes o líder abriu 12 pontos de vantagem ou mais para o segundo colocado a dez rodadas do fim: o Chelsea de 2005/06 e o United de 2000/01, ambos campeões. A maior reviravolta do torneio em dez rodadas aconteceu em 1995/96, quando o Newcastle tinha sete pontos de vantagem e viu o United encerrar a campanha quatro pontos a sua frente.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo