Inglaterra

Se Bale for a Madri, já sabemos quem será o grande perdedor

O Southampton tem todos os méritos como descobridor de Gareth Bale. Os Saints buscaram o garoto em Gales e lhe deram uma chance na equipe profissional quando tinha apenas 16 anos. Em 2007, quando o Tottenham ofereceu € 14,7 milhões, a venda foi inevitável. E os dirigentes do clube deverão se arrepender bastante por não lucrarem ainda mais com o craque, diante da possível transferência ao Real Madrid.

Quando negociou Bale com os Spurs, o Southampton tinha se precavido e manteve uma parte dos direitos do jogador. Entretanto, as dificuldades financeiras forçaram os Saints a vender os 15% do passe do galês aos londrinos. Receberam € 1,8 milhões e o goleiro juvenil Tommy Forecast – que acaba de ser cedido de graça ao Gillingham, da terceira divisão inglesa.

Caso Bale saísse pelos € 93 milhões que teriam sido oferecidos pelo Real Madrid, o Southampton lucraria € 16,275 milhões. E se os merengues bancarem os € 145 milhões supostamente pedidos por Daniel Levy, presidente do Tottenham, os ganhos dos Saints chegariam a € 25,375 milhões – o suficiente todos os gastos com contratações até o momento na atual janela de transferências.

Mesmo sem os 15%, o Southampton ainda coloca as mãos sobre uma graninha da venda de Bale, os famosos 2,5% devidos ao clube formador. Um dinheiro valioso para os cofres, mas que também marcam o arrependimento por alguns milhões desperdiçados.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo