Inglaterra

Rangnick nega que Rashford esteja insatisfeito, mas abre a porta para ele sair no próximo mercado, se quiser

O técnico interino do Manchester United falou sobre os rumores de que Rashford está insatisfeito com o seu tempo de jogo no clube

O técnico Ralf Rangnick não indicou que fará muito esforço para manter Marcus Rashford no Manchester United, se ele decidir sair na próxima temporada, após o jornal Guardian publicar que o atacante inglês está reconsiderando sua posição no clube em que foi formado porque não está atuando tanto quanto gostaria.

De acordo com o Guardian, Rashford está insatisfeito com o tempo de jogo que recebe do interino Rangnick, que apenas terminará a temporada antes da contratação de um novo técnico permanente. Ele espera que a situação melhore, mas pela primeira vez estaria ponderando seriamente deixar o Manchester United.

O contrato de Rashford vale até 2023, e o Manchester United tem a opção de estendê-lo por mais uma temporada. Caso ele peça para sair, nada garante também que o clube aceitará, e seria inteligente pelo menos esperar para descobrir quais as ideias do próximo técnico para ele.

A última temporada foi complicada para Rashford, com uma persistente lesão no ombro e o pênalti perdido pela seleção na final da Eurocopa, que levou alguns babacas a o atacarem com ofensas racistas. Ele perdeu os primeiros meses da atual campanha por causa de uma operação para resolver o problema físico e não tem estado em sua melhor forma, com apenas cinco gols em 24 partidas.

Sob o comando de Rangnick, Rashford atuou 14 vezes, 10 como titular. Embora tenha começado contra o Atlético de Madrid nas oitavas de final da Champions League, foi reserva nas últimas quatro rodadas da Premier League, preterido por Anthony Elanga. “Eu não acho que ele não está tendo tempo suficiente em campo. Ele fez 13-14 jogos desde que cheguei, ele fez mais jogos desde o começo do que saindo do banco de reservas”, disse Rangnick.

“Eu não acho que há um problema e ele nunca disse alguma coisa sobre isso desde que conversamos (na quinta-feira). Mas a janela de transferências está fechada agora. Mesmo que ele e seus agentes e sua família em algum momento do verão pensem em talvez sair para outro clube, bom, eles podem fazer isso, mas no verão. Agora a janela está fechada. Não tem nada a ver com o jogo de sábado (Tottenham) ou o jogo de terça-feira (Atlético)”, acrescentou.

“Eu falei com ele na quinta-feira e no dia anterior, então não sei nada sobre ele estar infeliz. Ele não falou nada para mim, ele me disse que ainda está feliz e que quer jogar em um alto nível para o clube. Não houve menção a ele estar infeliz aqui”, completou.

O Manchester United está em um momento crítico da temporada, após ser goleado por 4 a 1 pelo Manchester City com um péssimo segundo tempo. Foi o terceiro jogo seguido sem vitória. Neste sábado, recebe o Tottenham, em confronto direto na briga pelo G4, e depois terá o Atlético de Madrid em Old Trafford por vaga nas quartas de final. O jogo de ida no Wanda Metropolitano foi 1 a 1.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo