Premier League

Timo Werner: “Esta é a temporada com mais azar que já tive”

Werner lamentou dois gols anulados, em uma temporada que ficará marcada pelos gols perdidos pelo atacante do Chelsea

Uma das maiores contratações do Chelsea na temporada, Timo Werner chegou a Londres cercado de expectativa. O seu desempenho tem ficado abaixo do esperado e o que mais chama a atenção é o número de chances desperdiçadas pelo atacante alemão. E quando a fase não é boa, até a sorte parece abandonar o jogador, como foi nesta terça-feira, quando o Chelsea venceu o Leicester, mas o jogador teve dois gols anulados na partida.

“O primeiro tempo foi um retrato de toda a temporada para mim”, disse o atacante à Sky Sports. “Eu estava perto, mas não realmente perto. Eu acho que é a temporada com mais azar que eu já tive e que terei, talvez. Impedimento, um pênalti claro e eu quero cabecear, sou empurrado e cabeceio no meu braço”, disse ainda o camisa 11 do Chelsea. “Mas quando você tem tanto azar, mas ainda chega à final da Champions League e talvez cheguemos à Champions League na próxima temporada, então tudo está bem”.

A chegada de Thomas Tuchel ajudou, segundo o próprio Werner. O técnico tem contribuído para que o jogador tenha mais oportunidades e ele teve uma melhora de desempenho, mas ainda bem abaixo do que se espera de um jogador do seu nível. O alemão perde muitos gols, o que irrita muitos dos torcedores do Chelsea.

O técnico Thomas Tuchel pediu que o atacante esteja focado nos próximos jogos, um da Premier League e a final da Champions League. “É o trabalho dele estar envolvido em tudo e ele precisa estar envolvido no domingo novamente”, afirmou o técnico. “Não é o momento para elogios extras. Aproveite, se vale, aproveite o dia livre e esteja pronto para o jogo contra o Aston Villa, nada mais. Eu não estou preocupado, eu Não me sinto confortável agora comemorando, eu apenas disse o que é necessário”.

Tuchel gostou do desempenho da equipe, mas ressaltou que o trabalho ainda não está feito. “Foi um desempenho fora de série, mas o trabalho não está feito. Nós temos dois jogos mais”, afirmou o treinador à Sky Sports. “Os torcedores fizeram uma grande diferente. Você vê a velocidade no nosso jogo, a fome, a ambição. Foi um desempenho muito forte e eu estou absolutamente satisfeito que o time pôde apresentar assim diante dos nossos torcedores. Nós precisávamos exatamente isso hoje. Foi uma grande vitória, mas não é o momento de comemorações ainda”.

O Chelsea vai a campo no sábado, 23, contra o Aston Villa, no Villa Park, em Birmingham, para fechar a temporada. Em terceiro lugar na tabela de classificação, com 67 pontos. Disputa a vaga com o Leicester, que tem 66, e o Liverpool, com 63, mas um jogo a menos, já que entra em campo nesta quarta. No dia 29, o Chelsea vai até a cidade do Porto para enfrentar o Manchester City na final da Champions League.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo