Premier League

Manchester United x Brighton é o quinto jogo adiado por surto de Covid-19 e Premier League rejeita paralisação

Jogo do United contra o Brighton, que seria no sábado, foi adiado pela Premier League. É o quinto jogo adiado nesta semana

A crise dos surtos de Covid continua na Premier League e desta vez tem mais um jogo do Manchester United adiado. O clube enfrentaria o Brighton no sábado, em Old Trafford, mas não só tem sete jogadores disponíveis para ir a campo, o que é insuficiente. A liga continuará avaliando caso a caso e, por ora, não quer paralisar toda a rodada, como proposto por Thomas Frank, treinador do Brentford.

VEJA TAMBÉM:
Surto de Covid fez com que mais um jogo seja adiado: agora Leicester x Tottenham
Burnley x Watford é mais um jogo adiado na Premier League por surto de Covid-19
– Premier League bate recorde de casos semanais de Covid-19 e jogo do Manchester United é adiado
– Surto de Covid no Tottenham faz Premier League adiar jogo contra o Brighton

O adiamento do jogo do United é o quinto nesta semana. O jogo do próprio Manchester United contra o Brentford, na terça-feira, foi um deles, assim como o Tottenham contra o Brighton, no domingo passado, e contra o Leicester, nesta quinta. Burnley e Watford também precisou ser adiado.

A Premier League resolveu adiar o jogo depois do United confirmar mais alguns casos positivos de Covid-19 no seu elenco. O time tinha nove jogadores disponíveis para o jogo contra o Brentford e os novos casos fizeram com que este número tenha baixado para sete no jogo contra o Brighton no sábado.

“Embora reconheça que um número de clubes está vivendo surtos de Covid-19, a intenção da liga é continuar seu calendário com segurança quando for possível. A saúde e bem-estar de todos os envolvidos continua sendo nossa prioridade”, diz comunicado da Premier League.

O Leicester fechou o seu centro de treinamento por 48 horas em uma tentativa de interromper a transmissão do vírus dentro do clube. O clube fará outra rodada de testes no domingo, quando está marcado para jogar contra o Everton, pela Premier League.

Thomas Frank, técnico do Brentford, pediu que a rodada toda fosse adiada para os clubes poderem lidar com os surtos de Covid-19 em seus elencos. Nesta quinta-feira, na entrevista coletiva do técnico, ele foi informado que há quatro novos casos de Covid no elenco, o que faz o número subir para 13 no total do clube, entre jogadores e comissão técnica.

“Respeitamos totalmente que possamos jogar e é importante que os jogos de futebol continuem acontecendo, desta forma pensamos que podemos garantir que o Boxing Day aconteça, tenho 100% de certeza disso”, disse Thomas Frank. “Esta variante Ômicron está se espalhando como fogo em todo o mundo e precisamos fazer todo o possível para nos protegermos e evitá-la. Acho que podemos fazer muito ao fechar nossos centros de treinamento por três, quatro ou cinco dias e então abrirmos de novo”.

A Premier League não acredita que a paralisação neste momento é a melhor solução. Prefere olhar caso a caso e avaliar, evitando ao máximo o adiamento dos jogos. Na English Football League (EFL), que comanda a segunda, terceira e quarta divisões, os protocolos sanitários foram aumentados. Além disso, foi revelado que 25% dos jogadores afirmaram que não pretende se vacinar.

A EFL já estabeleceu uma regra para o adiamento dos jogos: se o clube não tiver ao menos 14 jogadores, com ao menos um goleiro entre eles, o jogo é adiado. As regras foram modificadas depois de diversos adiamentos que aconteceram nesta semana. Apenas 59% dos jogadores tinham se vacinado com duas doses na EFL em novembro, com outros 16% que tomaram uma dose ou que estavam dispostos a se vacinarem. Os números são similares ao início de temporada, o que mostra que os demais não-vacinados não foram convencidos a receber as doses até agora.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo