Premier League

Huddersfield cumpre promessa e 4 mil torcedores fiéis pagarão £100 no carnê de temporada

Dean Hoyle assumiu o controle do Huddersfield Town em 2009, realizando um sonho de infância em seu clube de coração. Membro da diretoria desde o ano anterior, o empresário nascido e criado na região se tornou acionista majoritário quando o time ainda estava na terceira divisão. E em março de 2010, enquanto os Terriers brigavam por um lugar nos playoffs da League One, o dirigente fez uma promessa. Declarou que todos os torcedores que comprassem os carnês de temporada continuamente desde 2008/09, ano do centenário, estariam aptos a pagar módicos £100 no carnê quando conquistassem o desejado acesso à elite. Palavras cumpridas a partir desta sexta, para celebrar o retorno do Huddersfield à primeira divisão após 45 anos de ausência.

VEJA TAMBÉM: Jogo tenso e disputa de pênaltis trazem o Huddersfield de volta à elite após 45 anos

“Se nós pudermos, um dia, conquistar o acesso à Premier League e eu continuar na presidência, todos os torcedores que tiverem o carnê de temporada desde então poderão compartilhar o nosso sucesso, e serão recompensados por esse apoio leal e constante. Eles serão verdadeiramente especiais. Cada um deles poderá comprar o primeiro carnê de temporada na Premier League por apenas £100. Logicamente, nada está garantido e talvez não possamos cumprir isso, mas os torcedores sabem que nós temos a ambição, a determinação e os recursos”, declarou Hoyle, na época.

Segundo o clube, mais de 4 mil seguidores fiéis receberão o benefício. Aqueles que preferirem, farão o reembolso de £99, já que (em outro grande gesto do cartola) os carnês de temporada para 2017/18 custarão apenas £199, menor valor da Premier League – o que significa, portanto, que poderão pagar míseros £5,26 por ingresso a cada jogo em casa na elite. Além disso, quem preferir pode ganhar um voucher de £110 para ser usado nas lojas oficiais ou destinar os £99 para a Town Foundation, instituição de caridade do clube, que receberá mais £26 do próprio bolso de Doyle a cada doação.

“As finanças associadas à Premier League são fenomenais, então a renda gerada pelo acesso compensaria os custos potenciais. Isso é tudo para recompensar as pessoas que apoiaram o clube sob o comando de Dean Hoyle e permaneceram leais”, declarou Sean Jarvis, diretor comercial do Town. A promoção à Premier League, conquistada nos playoffs graças à vitória nos pênaltis contra o Reading, deverá render ao menos £170 milhões aos cofres do Huddersfield, especialmente pelos direitos televisivos da competição.

Vale lembrar que, na última temporada, o presidente já tinha usado o dinheiro da TV para reduzir o preço do carnês de temporada na Championship, destinando £2 milhões para abater o valor de £560 para £179 – no menor custo da segundona. O aumento de £20 no preço total para a próxima temporada foi anunciado antes mesmo do acesso, e se manteve inalterado mesmo com a conquista dos playoffs. Com a abertura das vendas em um setor extra das arquibancadas, a diretoria esperava que 17 mil carnês fossem adquiridos pela torcida. O Estádio Kirklees possui capacidade para 24,5 mil espectadores, sendo 2 mil visitantes.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo