Premier League

Gonzalo Montiel é mais um bom reforço do mercado pontual do Nottingham Forest

Bicampeão europeu, Nottingham Forest realmente parece ter trocado quantidade por qualidade em sua operação no mercado

O Nottingham Forest parece realmente ter trocado a quantidade pela qualidade. O quinto reforço para a próxima temporada será um campeão do mundo e um dos mais confiáveis laterais direitos que existem por aí. Autor do último chute do título da Argentina, Gonzalo Montiel foi emprestado pelo Sevilla, com condições simples para tornar a transferência definitiva por € 11 milhões, segundo a imprensa espanhola.

O Marca afirma que a configuração do negócio foi feita para evitar pagar uma porcentagem sobre o lucro da transferência para o River Plate, que o vendeu aos espanhóis em 2021 pelo mesmo valor. O Sevilla ganhará na taxa de empréstimo, que não entra na conta, e recuperaria os € 11 milhões que pagou pelo lateral que foi uma figurinha carimbada em muitos dos títulos conquistados pelo time de Marcelo Gallardo – como a Libertadores de 2018.

O interminável Jesús Navas

Montiel chegou ao Sevilla com a expectativa de assumir a titularidade na lateral porque era razoável imaginar que Jesús Navas não continuaria jogando com frequência além dos seus 35 anos. Ele está com 37 agora e não dá sinais de que pretende desacelerar, o que levou Montiel a buscar outro lugar para atuar com uma regularidade maior.

Em dois anos, fez 72 partidas pelo clube espanhol, apenas 36 em La Liga (de 76 possíveis). Dos 6.840 minutos disponíveis no Campeonato Espanhol, atuou em 2.593. Nunca se firmou como primeira opção, embora tenha participado do último título da Liga Europa. Foi autor do último pênalti na final contra a Roma, como havia feito no Catar.

Montiel leva para o Forest uma experiência relevante de seleção argentina. Os 23 jogos que fez desde que estreou em 2019 não é um número tão grande, mas esteve sempre presente nas convocações de Leonel Scaloni. Foi titular no jogo crucial da fase de grupos contra o México, antes de perder posição para Nahuel Molina. Na final contra a França, não vacilou diante da responsabilidade de cobrar o pênalti que daria o título ao seu país.

Quinto reforço do Nottingham Forest

Após 30 contratações assim que subiu, o Nottingham Forest está buscando qualificar o seu elenco com reforços pontuais. Montiel é apenas o quinto da janela, contando o atacante Chris Wood, que foi comprado do Newcastle ainda na temporada passada, após um empréstimo. Os outros foram o ponta Anthony Elanga, do Manchester United, o ala Ola Aina, do Torino, e o goleiro Matt Turner, do Arsenal.

Um dos maiores investimentos do Forest ano passado foi Neco Williams, galês de 22 anos que teve um desempenho até que razoável durante a briga contra o rebaixamento. Ele pode atuar nas duas alas, como Ola Aina. Ainda há o experiente Serge Aurier para a direita, mas Montiel, com características mais defensivas, também poderia ser usado para fechar a defesa. Muitos técnicos que atuam com um trio de zagueiros gostam de ter um lateral entre eles para qualificar a saída de bola.

– Estou muito feliz de ter chegado a este clube. Assisto à Premier League desde que era criança, costumava ver todos os jogos. Como jogador, você quer jogar na melhor liga, e é isso que a Premier League é – comemorou Montiel.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo