La Liga

Lenda reconhece lenda: Jesús Navas foi dar seu abraço na despedida de Joaquín, num encontro titânico para a cidade de Sevilha

Recordista em partidas e símbolo de glórias para o Sevilla, Jesús Navas participou da homenagem a Joaquín, recordista em partidas e símbolo de glórias para o Betis

A cidade de Sevilha teve a sorte de ver aqueles que podem ser considerados os maiores ídolos de Betis e Sevilla compartilharem a mesma época no Campeonato Espanhol. Joaquín e Jesús Navas são os recordistas em partidas por seus respectivos clubes. Joaquín possui um carisma inegável e uma identificação imensa com a camisa verdiblanca, servindo de elo para dois períodos vitoriosos na Copa do Rei. Navas também se criou nas fileiras rojiblancas desde cedo, para simbolizar melhor do que ninguém a era gloriosa na Copa da Uefa / Liga Europa. São dois jogadores de Copa do Mundo, com direito até a título para o sevillista. Duas lendas que se reconhecem.

Nesta terça-feira, Joaquín recebeu uma partida de despedida no Estádio Benito Villamarín. O estádio estava lotado para o adeus do veterano de 41 anos. E entre os convidados ilustres, Jesús Navas fez questão de marcar presença. O lateral não entrou em campo, como outros ídolos do Sevilla no passado, por estar convocado para a seleção. Porém, foi bonito o abraço entre ambos. Joaquín encerra sua história como recordista em jogos por La Liga. Quatro anos mais jovem, Navas segue em frente como alguém que ainda conseguiu ser eleito o melhor da última Liga Europa e até voltou a ser chamado para a seleção. Sem dúvidas, um privilégio dos sevilhanos.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo