Premier League

Campeão da Champions pelo Chelsea em 2012, Ryan Bertrand acerta com o Leicester

Aos 31 anos, jogador, campeão europeu pelo Chelsea, assinou por dois anos com os Foxes, com opção de um terceiro ano

 O Leicester acertou a transferência do lateral-esquerdo Ryan Bertrand, de 31 anos, segundo informa o site The Athletic. O jogador estava livre no mercado depois do seu contrato com o Southampton chegar ao fim no dia 30 de junho. O jogador passará por exames médicos para depois assinar o contrato e o anúncio ser feito oficialmente. O contrato acertado foi de dois anos, com opção do clube para um terceiro.

Ex-jogador da seleção inglesa, Ryan Bertrand foi formado no Chelsea, clube onde conquistou o título da Champions League, em 2011/12, como titular na final contra o Bayern de Munique. Na época, competia por um lugar com o veterano e consagrado Ashley Cole. Na final daquela Champions, Bertrand atuou mais à frente, formando uma linha de bloqueio para o excelente Arjen Robben, um dos destaques do Bayern na época.

Ao longo da sua carreira, passou muito tempo sendo emprestado a vários clubes ingleses enquanto durou o seu vínculo com o Chelsea. Aquele período em que o Chelsea foi campeão foi o de maior continuidade do lateral esquerdo no clube. Foram três anos no elenco principal do Chelsea, essencialmente como reserva, depois de ter passado por cinco clube por empréstimo.

Em 2014, foi emprestado ao Aston Villa na segunda metade da temporada e, em 2014, chegou ao Southampton, inicialmente por empréstimo. Os Saints foram os primeiros a querer contratar o jogador e ter condições de fazer isso: pagou € 13,3 milhões ao Chelsea em 2015 para levá-lo, em definitivo, ao St. Mary’s.

Na última temporada pelo Southampton, atuou em 34 jogos, com uma assistência. Jogou quase sempre como lateral esquerdo, em 33 dos 34 jogos. Em apenas um atuou improvisado pelo lado direito. Ryan Bertrand se tornou um jogador importante desde que chegou ao Southampton. Ele protagonizou até mesmo um lance bem curioso em 2019: ele deu uma voadora em Romelu Lukaku, então no Manchester United, e o atacante continuou de pé.

A saída do jogador foi feita de modo respeitoso pelo Southampton, que anunciou o acordo para não renovar o contrato do jogador. “O Southampton Football Club pode confirmar hoje que Ryan Bertrand irá deixar o clube quando seu contrato acabar ao final da temporada. Bertrand inicialmente chegou aos Saints por empréstimo do Chelsea em 2014, antes de tornar a transferência definitiva em 2015. Ele fez 240 jogos pelo clube, marcando oito gols, e foi uma parte fundamental do time durante um dos períodos mais sucedidos da história do clube”, diz o comunicado dos Saints.

“Embora esse tempo será sempre lembrado com carinho, o clube e Ryan concordaram que agora é a hora de se separar respeitosamente e seguir em frente em caminhos diferentes. Todos associados com o Southampton gostariam de agradecer a Ryan por sua contribuição na história do clube e por todas as memórias ajudou a criar para nossos torcedores. Ele irá para sempre ser bem-vindo ao St. Mary’s e Staplewood [centro de treinamento do clube] e será para sempre um Saint”.

O Leicester alternou entre o esquema com linha defensiva com quatro ou com três jogadores. A ala esquerda não teve um dono da posição e Bertrand tem tudo para assumir um papel importante por ali. Mesmo que não seja um jogador do nível de Ben Chilwell, vendido para o Chelsea em 2020, ele dá consistência ao time, é seguro e compõe bem a linha defensiva ou a ala esquerda.

O Leicester já anunciou a contratação de Patson Daka, atacante de 22 anos. O clube foi o quinto colocado na Premier League e brigou pela classificação à Champions League, mas sucumbiu no final, como já tinha acontecido na temporada anterior. O clube, dirigido por Brendan Rodgers, esperam conseguir novamente brigar pelos quatro primeiros lugares.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo