Premier League

Arsenal teve uma vitória com gols raros: Xhaka e Özil, que tinha sido cobrado

Antes do jogo deste sábado contra o Newcastle, o técnico do Arsenal, Unai Emery, cobrou publicamente que Mesut Özil precisava fazer mais pelo time. Mais do que a cobrança, foi também uma mensagem de confiança, porque ele disse que o alemão tinha mais para dar. E ele marcou um gol, algo que não é exatamente comum para o meia. Foi dele um dos gols da vitória por 2 a 1 sobre o Newcastle, que contou também com gol de Granit Xhaka, outro que raramente marca com as camisa dos Gunners.

LEIA TAMBÉM: Emery cobra mais de Özil no Arsenal: “Ele pode melhorar, ele pode nos dar mais”

Depois de um primeiro tempo sem gols, o segundo acabou sendo mais movimentado. Logo aos quatro minutos, Xhaka cobrou falta com perfeição, mandando um chute alto, próximo ao ângulo, e abriu o placar no estádio St. James’ Park. Foi o quarto gol de Xhaka na Premier League pelo Arsenal. O quarto de fora da área. O Arsenal, aliás, não marcava um gol de falta desde abril de 2017, quando Alexis Sánchez marcou contra o Middlesbrough.

Aos 13 minutos veio o segundo gol, em uma jogada que começou na esquerda, passou por um chute esforçado de Alexandre Lacazette e sobrou para Özil. O camisa 10 chutou colocado, até um pouco fraco, mas com tanta gente na sua frente o goleiro do Newcastle, Martin Dubravka, acabou demorando a pular na bola, que entrou: 2 a 0.

Uma curiosidade é que todos os 10 gols marcados pelo Arsenal até aqui na temporada foram marcados por jogadores diferentes. E isso inclui um gol contra. Pois é: ninguém marcou duas vezes pelo clube até aqui na liga inglesa. E outro aspecto é que Özil, embora nunca tivesse jogado no St. James’ Park, ele chegou a três gols marcados contra o Newcastle.

A vantagem por dois gols deu alguma tranquilidade, mas o Newcastle ainda diminuiria já nos acréscimos, aos 46 minutos. Na pressão final, Federico Fernández, que é zagueiro, fez as vezes de um ponta direito, cruzou para a área e Cieran Clark cabeceou livre: 2 a 1. Só que foi tarde demais para ter tempo de uma reação e do empate.

O técnico Unai Emery elogiou a participação de Özil, que completou o seu jogo número 200 pelo clube. “A qualidade dele ajuda o time. É importante que ele marque. Eu quero que ele não só dê assistência, nós precisamos que ele entre na área e marcar, como hoje”, declarou o treinador espanhol. “Eu vejo que os jogadores são os mesmos, cada um tem qualidade. Eu irei trabalhar com cada jogador e continuar o nosso processo para criar o time que queremos”.

“Nós estamos melhorando. Nós precisamos continuar trabalhando individualmente e coletivamente para melhorar mais coisas. No primeiro tempo, nós não controlamos como nós queremos, mas no segundo tempo nós fomos melhores e a vitória é justa”, afirmou Emery. “Nós precisamos melhorar e marcar mais individualmente. Nós precisamos trabalhar cada jogador, não apenas os jogadores de ataque, mas os meio-campistas, os meio-campistas e os zagueiros nas bolas paradas”.

O Arsenal tem desafio europeu nesta semana, pela Liga Europa. Enfrentará o ucraniano Vorskla, na quinta-feira. No próximo domingo, jogam contra o Everton. Já o Newcastle viaja até Londres no próximo sábado para enfrentar o Crystal Palace, pela Premier League.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo